Óxido e quelato de magnésio

Escrito por heidi maines | Traduzido por a. araújo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O óxido e o quelato de magnésio são substâncias muito semelhantes quanto a seus usos. O magnésio é um mineral importante para nosso organismo e embora possamos obter quantidades suficientes dele através de uma dieta adequada, muitas pessoas não se alimentam bem e precisam de magnésio extra. Ambos os remédios são utilizados para fornecer mais magnésio para nossos corpos e ajudá-los em suas reações metabólicas, segundo o website "nutrasanus.com". A principal diferença entre os dois é que o quelato de magnésio é absorvido com mais facilidade pelo organismo.

Outras pessoas estão lendo

Usos

Ambos os remédios podem ajudar na manutenção de níveis adequados de magnésio em nosso organismo e, portanto, a manter a saúde. Segundo o website "nlm.nih.gov", muitos pacientes utilizam esses remédios para tratar azia e indigestão ácida. Os remédios também são utilizados para tratar constipação a curto prazo bem como ajudar a esvaziar rapidamente os intestinos. O "nutrasanus.com" afirma também que remédios de magnésio como esses podem ajudar a aliviar enxaquecas, osteoporose, ciclos menstruais pesados, TDAH e melhorar a saúde cardíaca.

Precauções

As precauções para ambas as substâncias são semelhantes. Segundo o "nlm.nih.gov", antes de ingeri-las você deve avisar seu médico caso seja alérgico a quaisquer remédios ou caso tenha pressão sanguínea alta ou doenças cardíacas, hepáticas ou renais. Para prevenir complicações, é importante não tomar outros suplementos de magnésio, laxantes, pílulas antiácidas ou quaisquer outras substância enquanto usa qualquer um dos remédios. Além disso, o "drugs.com" afirma que não se sabe se qualquer um dos dois remédios afeta bebês, mas mulheres precisam conversar com seu médico caso estejam ou pretendam ficar grávidas.

Como ingerir

A diferença entre os dois remédios é que o quelato de magnésio é ligado ao nitrogênio para garantir que não interaja com outros compostos, segundo o "nutrasanus.com", o que ajuda com a absorção da substância. Ambos devem ser ingeridos diretamente com muita água e, em alguns casos, com alimentos. Ambos geralmente devem ser ingeridos entre uma e quatro vezes ao dia, mas quando usados como laxantes, tome sua dose no final do dia conforme o necessário. Nenhum dos dois deve ser utilizado por longos períodos de tempo. No caso de uma overdose, contate imediatamente seu médico.

Efeitos colaterais

Você pode estar tendo uma reação alérgica à substância caso experimente inchaço da garganta, lábios ou rosto e tenha dificuldades para respirar. Essa reação pode ser muito grave, portanto procure ajuda médica imediatamente. Efeitos colaterais mais brandos são cãimbras e diarreia, segundo o "nlm.nih.gov". Efeitos colaterais sérios incluem tontura, náusea, vômitos, coceira, erupções cutâneas, urticária, fraqueza, alterações do humor ou mentais, vertigens e cansaços incomuns, segundo o "nlm.nih.gov". Novamente, chame seu médico caso experimente qualquer um desses sintomas pois você poderá precisar interromper a medicação.

Considerações

É muito importante compreender que outros remédios não devem ser tomados enquanto utilizar qualquer uma das duas substâncias. O "drugs.com" afirma que remédios como "tetraciclinas (como a doxiciclina), fluoroquinolonas (como o Cipro), penicilamina, digoxina e nitrofurantoina" não devem ser ingeridos por pacientes utilizando óxido ou quelato de magnésio. Suplementos de magnésio podem interagir com esses remédios e causar efeitos adversos no organismo. Para mais informações sobre esses remédios, consulte seu médico para evitar complicações e descobrir se eles são adequados para seu caso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível