Óxido de zinco para problemas dermatológicos

Escrito por isabel prontes | Traduzido por allana rødseth
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Óxido de zinco para problemas dermatológicos
O óxido de zinco é usado para tratar queimaduras entre outras coisas (George Doyle/Stockbyte/Getty Images)

O óxido de zinco é um medicamento usado para tratamento de pequenas irritações de pele, incluindo assaduras, cortes, toxidendro e queimaduras. É um componente de muitas pomadas e cremes que visa prevenir e tratar irritações de pele. É uma medicação tópica que deve ser aplicada diretamente sobre a pele.

Outras pessoas estão lendo

Efeitos colaterais comuns

Durante o uso de óxido de zinco, os efeitos colaterais mais comuns podem incluir irritação, vermelhidão e coceira. Esses efeitos colaterais normalmente desaparecem bem rapidamente (à medida que o corpo se acostuma com o medicamento). Entretanto, se você achar que seus sintomas são duradouros ou incômodos, você precisará informar seu médico sobre isso, apenas por precaução.

Cautela

Antes de usar o óxido de zinco para qualquer problema dermatológico, é importante falar com seu médico para saber se é apropriado para você. Seu médico precisa saber do seu histórico médico, incluindo alergias, infecções cutâneas e outras questões relacionadas à pele. Caso esteja grávida ou amamentando, você deve se certificar de que seu médico saiba disso. Não é confirmado se essa substância é expelida no leite materno, o que poderia potencialmente prejudicar o bebê.

Uso

O óxido de zinco é fácil de ser usado. Aplique-o generosamente sobre a irritação ou corte. Você deve massagear a pele gentilmente, além de ter cuidado ao evitar contato com os olhos (destina-se apenas para uso externo).

Produtos

O óxido de zinco é incluso como um ingrediente em uma grande variedade de produtos. Alguns produtos dermatológicos que tem essa substância são loção de calamina, medicamento para assaduras, várias loções para pele, pomada de óxido de zinco, diferentes tipos de cosméticos, medicamentos para hemorroidas, protetor solar e loção anticoceira.

Sintomas

Caso suspeite que usou o óxido de zinco em excesso, procure atendimento médico de urgência. Alguns sintomas de overdose são tosse, calafrios, a pele ou os olhos ficarem amarelos (icterícia), febre, diarreia, irritação da garganta ou da boca, náusea, vômito e dor de estômago.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível