Padrões para se fazer um quimono japonês

Escrito por alicia howe | Traduzido por wanderson david
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Padrões para se fazer um quimono japonês
Hoje em dia, a maior parte dos quimonos é usada por mulheres (attractive girl in kimono sitting with cup in hand image by Dzimitry Valiushka from Fotolia.com)

Os quimonos japoneses são vestes longas que significam literalmente "algo para vestir". Eles surgiram pela primeira vez no Japão no final do século 17 e eram usados ​​para separar classes de formalidade. Hoje em dia, eles são usados na maioria das vezes ​​apenas em ocasiões especiais e normalmente por mulheres. O modelo de escolha de um quimono é o que define a pessoa que o usa. Enquanto no passado ele servia para classificar uma pessoa, agora ele indica a idade, o estado civil e a personalidade.

Outras pessoas estão lendo

História dos modelos

Quando os quimonos surgiram no Japão, o modelo do quimono representava a posição de uma pessoa referente à formalidade. Três tipos de quimonos foram reconhecidos: o Komon, o Tsukesage e o Homongi. O primeiro demonstrava o menor nível de formalidade e essa categoria incluía um padrão estampado ou pintado que cobria o quimono inteiro. O Tsukesage tinha um nível de formalidade maior, o qual exibia desenhos que começavam nas bordas e eram costurados para cima até a parte superior dos ombros. O modelo Homongi era a categoria mais formal. Estes mostravam modelos assimétricos que continuavam sem pausas entre as costuras. A fim de concluir esse estilo, os quimonos tinham que ser costurados, pintados, desmontados, tingidos e costurados novamente.

Modelos atuais

Atualmente, os modelos repetidos ainda são considerados informais, enquanto vários modelos de cores de estilo livre são considerados habituais e aceitos. Um quimono inclui duas faixas principais de pano que cobrem o corpo, mais duas faixas principais usadas para os braços e pedaços menores de material utilizados para os painéis frontais, o colar e o cinto. Devido a um quimono tradicional utilizar pelo menos cinco ou seis modelos diferentes, cada uma dessas faixas de material é geralmente de um padrão diferente. Quimonos com multi camadas eram comuns, mas agora uma única camada é aceitável.

As mulheres jovens mostram padrões com mais cores e mais extravagantes do que as mulheres mais velhas, e as mulheres solteiras usam mangas que se estendem até os seus pulsos. Os padrões de escolha complementam a estação do ano, bem como no vestuário brasileiro. Os quimonos de primavera representam cores brilhantes ou modelos florais; os de verão mostram modelos insípidos e cores claras; os de outono exibem modelos com cores do outono, como das folhas que caem; e os de inverno incluem bambu, pinheiros ou flores de ameixa, todos que significam riqueza e sorte para o Ano Novo.

Confecção do quimono

Para fazer um quimono, escolha quantos modelos você deseja usar e que tipo de desenhos mostrar. Depois de escolher seus modelos, você pode usar um desenho básico, costurado em casa, para costurar junto ao quimono; meça do pescoço até os tornozelos para ter o comprimento do quimono; meça a largura das costas e a largura da frente para ter a largura de seu quimono; meça o comprimento do ombro até o pulso para o comprimento das mangas e meça o comprimento da parte superior do braço até a cintura para a largura das mangas. Adicione cerca de 2 a 3 cm a cada medição para compensar a bainha. (Tanto para os padrões de costura fáceis quanto para os difíceis, consulte a seção "Recursos".)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível