Palavras do vocabulário político

Escrito por caitlynn lowe | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Palavras do vocabulário político
Os termos políticos desempenham um papel importante no discurso de todo o país (forte impression image by Charly from Fotolia.com)

Alunos que se preparam para um exame de ensino médio, jovem estudando para o vestibular e adultos que assistem ao noticiário, todos precisam de algum conhecimento básico do vocabulário político. Alguns termos, como "colégio eleitoral", referem-se a conceitos estabelecidos por uma autoridade oficial, enquanto que outros termos, como "burocracia", desenvolvem-se ao longo do tempo como resultado de ações políticas.

Outras pessoas estão lendo

Distritos eleitorais

Distritos eleitorais dividem a população de um estado em seções de cerca de 570 mil cidadãos com a finalidade de representação. Essas subdivisões políticas determinam o número e a distribuição dos oficiais eleitos para representar o povo.

Colégio eleitoral

O colégio eleitoral de cada estado tem a responsabilidade direta de eleger o presidente e vice-presidente da nação. Os eleitores de um estado equivalem ao número de representantes que o estado tem em ambas as casas do Congresso. Os eleitores em geral elegem os candidatos que obtiverem o maior número de votos entre os distritos do estado.

Flibusteiro

Flibusteiro é um termo usado quando um senador ou um grupo de senadores bloqueiam a passagem de um projeto de lei ao falar continuamente numa seção política. Não existe limite para restringir o tempo de fala de um senador e, assim, ele pode impedir que um projeto de lei entre em votação apenas recusando-se a parar de falar, como o senador Strom Thurmond tentou fazer em 1957, ao falar por mais de 24 horas seguidas.

"Pato manco"

Um "pato manco" é um funcionário eleito que está perdendo o poder porque seu mandato está prestes a expirar. Uma sessão de pato manco é uma sessão do Congresso que inclui esse tipo de político.

Lobby

Um lobby refere-se a um grupo de pessoas que procura influenciar as ações de um funcionário eleito. O termo se originou no século XVII com a Casa dos Comuns, na Inglaterra, quando as pessoas que desejavam falar com os legisladores esperavam no lobby (entrada) do salão.

Comitê de ação política

Um comitê de ação política, formada por um grupo de 50 pessoas ou mais, incluindo sindicatos e empresas, registra-se com a Comissão Eleitoral Federal, pedindo permissão para levantar e doar até R$ 10.000 para cada candidato político durante uma campanha eleitoral.

Clientelismo

Clientelismo refere-se à aprovação de projetos desnecessários que os políticos propõe, geralmente para seus distritos locais e à custa do bem nacional, numa tentativa de ganhar o favor político com os eleitores locais.

Burocracia

Burocracia ("red tape", em inglês) refere-se às pilhas de documentos e procedimentos exigidos pelo governo que tornam os processos políticos mais devagar. O termo tem origem na Grã-Bretanha, no século XVIII, quando os funcionários amarravam os documentos oficiais com barbante vermelho.

Spin (manipulação de opinião)

O termo em inglês "spin" refere-se aos esforços de um político para alterar a forma como o público vê um problema particular, independentemente dos fatos. Comentaristas políticos muitas vezes referem-se a conselheiros políticos como "spin doctors" (manipuladores de opiniões).

Votação por partes / Votação direta

Votação por partes ocorre quando um indivíduo vota em candidatos de vários partidos políticos. Votação direta ocorre quando um indivíduo vota apenas para os candidatos de um único partido político.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível