Mais
×

Papéis de um embaixador

Um embaixador, qualquer que seja sua posição ou ambiente, é simplesmente uma pessoa autorizada a comunicar os interesses de um grupo a representantes de outro. Os embaixadores podem ser informais, como no caso de uma celebridade trabalhando para espalhar a boa vontade de uma nação para outras, ou formalizados através da nomeação de um oficial encarregado de agir em nome de um chefe de Estado. Nesse papel mais formal, ele é responsável por conduzir todas as tarefas diplomáticas exigidas pela embaixada, agência ou governante que ele representa. Essas responsabilidades podem ser desde políticas e militares até econômicas, sociais e culturais.

Os embaixadores lidam com relações bilaterais e outros assuntos internacionais políticos e econômicos (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Embaixadores dos EUA no exterior

Os Estados Unidos mantêm embaixadas em países com os quais eles têm relações diplomáticas formais. O embaixador é o oficial chefe da missão e representa o presidente. O principal papel de um embaixador americano é promover os interesses e políticas dos EUA no exterior. Isso inclui desde regulações comerciais até alianças militares, intercâmbios culturais e apoio a valores americanos. Muitas vezes, ele também fornece orientação e aconselhamento ao presidente e ao secretário de Estado em assuntos que envolvam o país em que ele está alocado.

Embaixadores estrangeiros em Washington

Inversamente, outros países retribuem mandando embaixadores aos EUA, alocados em Washington. O papel de um embaixador estrangeiro é promover relações bilaterais entre os EUA e seu país de origem. O embaixador negocia acordos de comércio bilateral e outros assuntos. Alguns países em desenvolvimento recebem auxílio econômico dos EUA através do embaixador. Durante eventos oficiais, como jantares de Estado, eles são tratados como convidados de honra, já que são representantes pessoais de seus respectivos chefes de Estado.

Outros papéis do embaixador dos EUA

O embaixador dos EUA é encarregado do avanço dos objetivos declarados da política externa americana. Também é sua responsabilidade garantir que a segurança seja mantida em todas as missões diplomáticas americanas no país anfitrião. Ele também deve proteger a equipe do governo dos EUA em missão oficial e seus dependentes. Todos os embaixadores gozam de graus variados de imunidade em relação às leis locais nos países anfitriões.

Embaixadores da ONU e embaixadores especiais

Cada país membro da ONU envia um embaixador à sede mundial da organização. O papel do embaixador da ONU é fomentar relações multilaterais entre os países membros e promover a paz mundial. Os embaixadores elaboram e votam resoluções da ONU com base nos interesses da política externa dos países que representam. As nações também nomeiam embaixadores especiais para conduzir tarefas específicas em nome de seu país, como o negociador de paz no Oriente Médio.

Embaixadores informais

As organizações que promovem mudanças sociais ou direitos humanos muitas vezes usam celebridades para divulgar suas causas. Tais celebridades assumem o papel de embaixadores de boa vontade. Eles usam seu status para destacar problemas que foram ignorados. Por exemplo, a UNICEF usa atletas e estrelas de cinema famosos mundialmente para chamar a atenção para o sofrimento de crianças em países pobres, visitando e organizando eventos midiáticos.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article