O papel das enzimas na respiração

Escrito por jacquelyn jeanty | Traduzido por randhal wendel
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O papel das enzimas na respiração
As enzimas são elementos proteicos que catalisam as reações químicas que ocorrem no corpo (human body image by Alhazm Salemi from Fotolia.com)

Outras pessoas estão lendo

Identificação

As enzimas são elementos proteicos localizados em todas as partes do corpo. O trato grastrointestinal e a saliva são apenas alguns locais onde elas podem ser encontradas. A principal função delas é agir como catalisador de muitas reações químicas que ocorrem no corpo. Sem elas, muitas dessas reações químicas não aconteceriam. Cada molécula enzimática é feita de um conjunto definido de aminoácidos que são destinados a atuar sobre certos elementos iniciais, os quais são chamados substratos. Cada enzima é altamente especializada na medida em que tem como alvo apenas um conjunto específico de substratos, e assim cada uma catalisa reações químicas específicas no corpo. São essas reações que permitem a ocorrência de processos como a respiração celular, crescimento celular, a digestão e a reparação de tecidos. Além do seu papel como catalisadoras, as enzimas também aceleram as reações químicas, permitindo os processos celulares de serem executados da forma mais eficiente possível.

Função

O objetivo global dessas reações químicas é fornecer energia para os processos celulares. É através do trabalho das enzimas que a energia pode ser transferida de uma parte da célula para outra. Essa energia é então utilizada para quebrar os nutrientes alimentares e fornecer combustível para o crescimento e reparação celular. Cada enzima tem uma forma própria, o que define a capacidade de atingir certos substratos. Quando um substrato correspondente está presente, uma enzima liga-se a ele. A partir daí, ela regula o processo de quebrar o substrato e controla a quantidade de energia que é liberada ao longo do processo. A velocidade com que isso acontece depende do local de ocorrência no corpo e da concentração de enzimas. Uma concentração saudável de enzimas e substratos significa que a célula é capaz de processar material de forma eficiente.

Efeitos

A quebra de nutrientes alimentares e minerais dentro de uma célula envolve um processo chamado respiração celular. É esse processo que produz a energia celular na forma de trifosfato de adenosina ou ATP. As vias metabólicas responsáveis ​​pela produção de ATP são reguladas por meio de processos enzimáticos. A produção de moléculas de RNA e DNA é também regulada pela atividade de enzimas. Moléculas auxiliares - chamadas cofatores e coenzimas - ajudam as enzimas no desempenho dessas funções. Os elementos que impedem a ligação das enzimas com os substratos são chamados inibidores. Eles fazem isso alterando a forma dessa enzima, o que a torna incapaz de ligar-se aos seus substratos correspondentes. Os desequilíbrios químicos que envolvem enzimas, cofatores, coenzimas ou inibidores afetam a capacidade da célula de processar nutrientes e produzir energia. Se esse período de desequilíbrio durar por tempo prolongado, doenças e enfermidades podem se desenvolver.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível