O papel da família no tratamento de viciados em drogas

Escrito por krista sheehan | Traduzido por daniel ranieri negri
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O papel da família no tratamento de viciados em drogas
Drogas (Image by Flickr.com, courtesy of psyberartist)

O tratamento bem-sucedido do vício em drogas é um processo longo e difícil para o viciado. Para aumentar as chances de sucesso, a família precisa executar alguns papéis importantes, dando suporte e encorajamento.

Outras pessoas estão lendo

Intervenção

Se um membro da família tem algum vício em drogas, mas está relutante em buscar ajuda por conta própria, os parentes devem intervir e recomendar fortemente o tratamento. A família precisa ser forte e presente na sua intervenção.

Apoio

Quando a pessoa começar o tratamento, precisará do apoio da família durante todo o processo. O viciado provavelmente terá dificuldades em se adaptar a uma vida sem drogas e seus entes queridos devem oferecer ajuda consistente e compreensão.

Encorajamento

A família também precisa ser encorajadora durante todo o processo do tratamento, assegurando ao viciado que ele pode se recuperar completamente e que a vida vai ser melhor para ele quando tudo acabar.

Ambiente seguro

Durante e após o tratamento, a família precisa fornecer um ambiente seguro para o viciado. Esse lugar deve estar livre de drogas, álcool, estresse e qualquer coisa que possa disparar o vício. Sem isso o tratamento provavelmente não será bem-sucedido.

Força

Mesmo após a conclusão do tratamento, a família vai precisar ser forte pelo ex-viciado. Os parentes devem deixar claro que não tolerarão uma recaída e intervirão novamente se necessário.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível