Papel do homem judeu

Escrito por sarah bronson | Traduzido por fernando prezotto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Papel do homem judeu
O papél dos judeus em suas famílias e sinagogas mudou com o tempo. (family image by Yoram Astrakhan from Fotolia.com)

O papel dos homens judeus que são voltados para suas famílias e comunidades permanece virtualmente inalterados há mais de 100 anos, até dois momentos: o movimento feminista, e o movimento a favor das formas progressivas do Judaísmo (reformista, conservadora, reconstrucionista). Hoje, o papel do judeu depende de sua região no mundo, se ele for Ortodoxo ou pertença a outra vertente do Judaísmo, sua idade, a influencia de outras culturas e de sua própria família.

Outras pessoas estão lendo

Como judeus

Virtualmente, todos os mandamentos bíblicos, como honrar pai e mãe, não roubar, observar o Sabá, aplicam-se aos homens. As mulheres são isentas de muitos rituais religiosos (apesar de poderem realizá-los se desejado) então, de uma visão bíblica, homens têm mais obrigações religiosas que mulheres.

O efeito mais controverso é a diferença em que, no judaísmo clássico, apenas homens podem ser contados no quórum mínimo de dez pessoas (um "minyan") necessários para orações públicas, uma vez que suas obrigações religiosas são maiores que das mulheres. Sinagogas ortodoxas contam apenas homens para um minyan. Outras vertentes do Judaísmo tratam homens e mulheres igualmente nesse ponto.

Como maridos

As leis judaicas dizem que um homem judeu casado deve fornecer à sua esposa alimentação adequada, roupas e sexo prazeroso. Culturalmente, os judeus encorajam os homens a tratar suas esposas com respeito e gentileza.

Até o ano 1000 CE, a poligamia era praticada em todas as comunidades Judias. Desde então, ela foi banida por Ashkenazi Jewry (aqueles de descendência Alemã e do Leste Europeu), e mais recentemente foi banida também no mundo Sefarico (de descendência Espanhola, do Oriente Médio e Norte-Africana).

Como pais

As leis judaicas requerem que pais deem a seus filhos educação religiosa, aulas de natação e, no caso de um menino, a circuncisão. Na ausência de um pai para fazê-lo, a responsabilidade geralmente recai sobre a mãe. Culturalmente, os judeus darão à seus filhos a melhor educação que estiver disponível para prepará-los para profissões futuras.

Como estudiosos e lideres religiosos

Tradicionalmente, homems são encarregados da responsabilidade (e privilégio) de estudar o Talmud, texto que forma a base do Judaísmo rabínico. Historicamente, apenas homens podem se tornar rabinos ou presidentes de sinagoga, apesar disso ter mudado em várias vertentes do judaísmo. No mundo ortodoxo de hoje, algumas sub-seitas encorajam as mulheres a aprenderem o Talmud também, e dá a elas posições de liderança (exceto o título de "rabino").

Em algumas comunidades ultra-ortodoxas das décadas passadas, a expectativa de estudo de um homem subverteu seu papel tradicional de ganhadores de pão. Em vez de trabalhar no comércio ou profissão, eles estudam tempo integral, e as esposas ganham o dinheiro necessário para a família.

Mudanças na sociedade moderna

Judeus não moram em um vazio, e as responsabilidades do homem em casa e no mundo do trabalho são altamente influenciadas pela expectativa da cultura que o cerca. Expectativas sobre cuidado com crianças, serviços de casa ou sustento da família variam para cada região e geração. Membros de vertentes judaicas progressivas pegam pistas de suas direções na cultura do Oeste. As comunidades ortodoxas estão intencionalmente mais imunes a tal influência, mas, ainda lá, as expectativas mudaram, particularmente entre o Ortodoxo Moderno nas sociedades ocidentais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível