Mais
×

Por que o papel manteiga não queima no forno?

Atualizado em 20 julho, 2017

O papel manteiga é considerado especial e frequentemente usado para cozinhar, sendo muitas vezes considerado um substituto do papel parafinado, podendo ser utilizado na maioria das situação que precisarem desse último. No entanto, deve ser observado que o papel parafinado não pode substituir o de manteiga nas tarefas que precisem dele especificamente, pois ele causará fumaças no forno.

Por que é tão durável?

Os fabricantes fazem o cozimento do papel manteiga passando folhas ou tiras de celulose no ácido sulfúrico. Depois, esses produtos químicos são lavados do papel antes que ele seque.

O que o ácido sulfúrico faz?

Esse processo cria um papel de alta densidade e resistente ao calor. Ainda, dá a ele propriedades antiaderentes, que são em parte, na verdade, decorrência da tensão superficial sendo reduzida significadamente pelo processo.

Incrível, mas o que isso traz de bom?

As capacidades antiaderentes dele são úteis para fazer coisas como biscoitos. Outro estilo de cozinhar recebe o nome de cozinhar "em papelote", no qual a comida é envolta pelo papel manteiga e depois cozinhada. Apesar disso, a melhor característica é a durabilidade: uma só folha dele pode ser usada várias vezes.

Considerações

A resposta verdadeira, honesta e real do motivo pelo qual esse papel não queima no forno é simplesmente porque da forma que ele é feito, permite-se que seja extremamente durável e resistente ao calor.

Limitações

O papel manteiga, de fato, é uma grande invenção e sua durabilidade é realmente impressionante. Mas, como qualquer outra coisa, também tem as suas limitações. A maioria das caixas do papel estabelecem um limite de temperatura, aproximadamente até 220 ºC. Assim, observe isso quando assar e use-o com responsabilidade.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article