O papel do NADH e do FADH2

Escrito por jacquelyn jeanty | Traduzido por pamela oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O papel do NADH e do FADH2
O NADH e o FADH2 agem como carregadores de elétrons (Commons.Wikimedia.org. Diagram of Cellular Energy Production Pathways.)

O metabolismo celular envolve uma série de interações químicas que trabalham para fornecer energia e nutrientes para a célula. Essas interações são compostas por caminhos metabólicos que são regulados pelas reações das enzimas. Os papéis do NADH e do FADH2 são de agir como carregadores de elétrons em passos específicos dos processos metabólicos.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

Nos processos metabólicos, das células elas precisam produzir a energia necessária para funcionarem. O processo de respiração celular é feito para produzir ATP - também conhecido como adenosina trifosfato - que é o combustível da célula. Tanto NADH como FADH2 estão envolvidos no processo de respiração celular. A glicólise e o ciclo de Krebs são dois caminhos metabólicos que levam a fabricação de ATP. O NADH é um produto desses dois processos, enquanto o FADH2 é produto do ciclo de Krebs apenas.

Glicólise

Glicólise é o processo no qual a glicose é quebrada e usada para criar moléculas de piruvato, que também é um tipo de açúcar. Esse é o primeiro estágio do processo de respiração celular. Moléculas de ATP produzidas em um processo anterior são recicladas. Sua energia é usada para ajudar a quebrar as moléculas de glicose. Durante esse processo de criação de piruvato, moléculas de NADH são produzidas. A glicólise ocorre no citoplasma da célula. De lá, as moléculas de NADH vão para dentro das estruturas celulares das mitocôndrias onde o próximo estágio da respiração celular começa.

O ciclo de krebs

O ciclo de Krebs - também conhecido como "ciclo do ácido cítrico" - é o processo no qual as moléculas de ácido cítrico são produzidas e quebradas para fornecerem energia para uso da célula. A energia produzida no ciclo de Krebs é armazenada nas moléculas de NADH e FADH2, que são usadas na cadeia transportadora de elétrons, que é o próximo passo da respiração celular. Como todos esse ciclos, ou estágios, são sofrem auto-repetição, cada tipo de molécula essencial pode ser reciclado e usada no próximo ciclo.

Função

Como carregadores de elétrons, NADH e FADH2 ajudam a fornecer os elétrons necessários à cadeia de transporte de elétrons. A estrutura química de ambas as moléculas carrega uma carga. Na cadeia de transporte de elétrons, essas cargas passam por uma série de nove passos que terminam criando moléculas de H2. A diferença entre as duas é que o NADH é introduzido no começo do processo; enquanto o FADH2 aparece perto do terceiro passo dele.

Cadeia de transporte de elétrons

A cadeia de transporte de elétrons ocorre no último estágio da produção de ATP. Esse estágio ocorre dentro das estruturas da mitocôndria que fica dentro do citoplasma da célula. O NADH o o FADH2 dão a energia (carga) necessária para converter as moléculas de O2 em H2O. Proteínas integrantes da membrana trabalham com o NADH e o FADH2 para criar a pressão para mover as moléculas de H2 pelas membranas da mitocôndria. Depois que o H2 entra na mitocôndria, a síntese, ou produção, de ATP pode começar.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível