O papel da tesouraria

Escrito por osmond vitez | Traduzido por daniel tamayo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O papel da tesouraria
Tesouraria (Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images)

A tesouraria é uma parte importante da contabilidade empresarial. Departamentos de tesouraria são especializados em suas atribuições e, por isso, requerem um certo nível de preparo dos empregados. Eles também estão envolvidos na gestão do risco financeiro de empresas, ajudando a administrar as dívidas e a manter o custo-benefício financeiros das melhorias da empresa.

Outras pessoas estão lendo

Os fatos

A tesouraria é um departamento específico da contabilidade, encontrado em bancos e grandes empresas públicas. Seu tamanho depende do porte da corporação; empresas muito grandes podem ter tesourarias regionais localizadas em escritórios de contabilidade específicos. Sua missão é administrar todas as operações monetárias da corporação, incluindo o fluxo de caixa diário, dívidas da empresa e investimentos.

Hierarquia de contabilidade

A tesouraria principal geralmente é liderada por um diretor, que se reporta diretamente ao chefe financeiro da empresa. O diretor lidera gerentes e controladores que supervisionam cada divisão específica da tesouraria, abaixo desse nível administrativo estão os contadores seniores e equipes responsáveis pela contabilidade diária. O tamanho e escopo da experiência de trabalho e licenças, requeridas irão depender das atividades da tesouraria. Corporações envolvidas com investimentos podem exigir que seus contadores sejam investidores licenciados.

Fluxo de caixa corporativo

O fluxo de caixa corporativo é a parte mais importante da tesouraria. Certificar que há dinheiro em caixa para pagar as obrigações e cobrir todas as despesas são atividades diárias realizadas pela tesouraria. Grandes corporações podem ter diversas contas bancárias que precisam ser examinadas diariamente para certificar que não houve fraude. Outra atividade importante relacionada ao fluxo de caixa é a preparação do documento de fluxo para cada divisão ou subsidiária da corporação. O documento ajuda o diretor da tesouraria a identificar áreas com dificuldade de gerar lucro todo mês, e, assim, corrigir as operações apropriadamente.

Dívida corporativa

Todas as corporações usam dívidas em suas atividades financeiras diárias; e a gestão da dívida geralmente é atribuída á tesouraria. Os pagamentos mensais, de grande porte e sobre o lucro são geridos pela tesouraria. Contratos de empréstimos e outros papéis relacionados também são responsabilidade desse departamento. Quando outras demandas financeiras surgem na empresa, espera-se que o diretor da tesouraria ajude a determinar a melhor opção de financiamento da dívida. Manter uma boa relação com os banqueiros é uma parte integral das responsabilidades do diretor.

Investimentos corporativos

As corporações possuem diversas estratégias de investimento para o caixa gerado em suas operações. Mercados de ação, seguros, e investimentos de longo prazo são parte do portfólio de investimento das empresas. O diretor da tesouraria, junto com o chefe financeiro, saberão a porcentagem do caixa que deve permanecer na empresa e investimentos de curto prazo, que são extremamente líquidos. O resto do caixa está contido em investimento de alto retorno, para o máximo lucro.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível