Todos os papilomas escamosos são causados por HPV?

Escrito por david benton | Traduzido por kelly isay

Outras pessoas estão lendo

Todos os papilomas escamosos são causados por HPV?

Vírus

Virus image by Denis Makarov from Fotolia.com

Explicação sobre Papiloma Escamoso

Papilomas escamosos são crescimentos pequenos e não cancerosos que se originam em células escamosas, que são encontradas na camada externa da pele (conhecida como epiderme). Essas células também podem ser encontradas nos tratos respiratório e gástrico, nos olhos e também no revestimento de órgãos cavernosos do corpo, como o estômago ou colo do útero. Esses papilomas se desenvolvem na pele e são comumente chamados de verrugas. Quando eles se desenvolvem na genitália, são chamados de verrugas genitais. Em pessoas entre 30 a 50 anos, papilomas podem aparecer regularmente em língua, lábios e na parte interna da bochecha. Eles aparecem na forma de uma massa mole na pele, como se fossem uma couve-flor. Também podem apresentar coloração rosa ou avermelhada e podem ser transmitidos por contato direto com a área infectada.

Causas

Todos os papilomas escamosos são causados pelo HPV (vírus papiloma humano). O HPV é um membro da família dos papovavírus. Há 6 diferentes subtipos de HPV que podem causar essa doença, sendo que será esse subtipo que determinará a severidade do papiloma. Se você tem o subtipo 6 ou 11, os papilomas não são cancerosos, apenas verrugas comuns de pele, genitália, ou as que são chamadas de pipilomas conjuntivais, ou seja, um papiloma que se situa na camada externa do olho. Dois subtipos, conhecidos como HPV 6a e 45, são frequentemente associados com papilomas conjuntivais. HPV 16 e 18 são mais sérios e são os sinais de alerta precoces de câncer de colo de útero.

Tratamento

Papilomas escamosos não causam dor e normalmente não requerem tratamento. Eles não mudam de tamanho, não se espalham para outras partes do corpo nem se transformam em tumores cancerosos. Por motivos estéticos, algumas pessoas optam por remover essas lesões em um dermatologista. Isso é feito através de uma remoção cirúrgica do papiloma em sua base. Na maioria dos casos, os papilomas retirados não crescem de volta. Aqueles encontrados na cavidade nasal ou na garganta são similares, exceto quando há mais que um deles presente no local. Eles continuam a se espalhar e frequentemente voltam após a remoção. Se deixados sem tratamento, eles podem impedir a respiração. Papilomas escamosos encontrados no colo do útero, que são cancerosos, não são tão fáceis de tratar. Se você é uma mulher que já completou uma gestação, uma histerectomia (remoção completa do útero) é provavelmente o que o médico irá recomendar. Se você ainda não completou, outras opções incluem conização cervical (remoção cirúrgica da área infectada somente), ou retirada da lesão com tratamento a laser.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media