Partes do corpo de um inseto

Escrito por jackie carroll | Traduzido por romério júnior
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Partes do corpo de um inseto
O corpo dos insetos é dividido em três segmentos: cabeça, tórax e abdômen (fight of insects image by Eugene Tokarev from Fotolia.com)

Os insetos são um numeroso grupo de animais invertebrados, que pertencem à classe Insecta e cuja principal característica é ter o corpo dividido em três principais segmentos: cabeça, tórax e abdômen. Ademais, possuem três pares de patas ao longo do corpo, olhos compostos e antenas.

Outras pessoas estão lendo

Cabeça

A cabeça de um inseto compreende o cérebro, aparelho bucal, olhos e antenas. O aparelho bucal pode ser mastigador ou sugador. O mastigador corta e tritura a comida. O sugador abrange a 'tromba', ou probóscide, usada para penetrar na planta e sugar a seiva, ou para perfurar a pele do animal e sugar o sangue. O mosquito é o exemplo mais comum de inseto com aparelho bucal sugador. Borboletas e mariposas têm o mesmo tipo de aparelho, mas, em vez de perfurar a superfície, elas apenas sorvem o néctar. Já as abelhas possuem uma combinação de aparelho mastigador e sugador.

Os olhos e as antenas são os dois principais órgãos sensoriais na cabeça. As antenas são usadas para o tato, o olfato e, às vezes, para a audição. Os insetos têm dois enormes olhos compostos laterais, integrados por um aglomerado de facetas, chamadas omatídios. Cada faceta produz uma imagem separada. Embora a visão não seja tão complexa e eficiente quanto à humana, um inseto tem uma noção de distância mais precisa e é bastante eficaz em detectar movimentos leves de possíveis presas ou predadores.

Partes do corpo de um inseto
A cabeça de um inseto compreende olhos, antenas e aparelho bucal (insect image by Marek Kosmal from Fotolia.com)

Tórax

A seção intermediária do corpo de um inseto denomina-se tórax. É dividido em três segmentos menores, cada qual com um par de patas. Os insetos possuem três pares de patas, que podem ser das mais variadas formas. Enquanto as patas dianteiras são projetadas para cavar ou capturar presas, as traseiras são próprias para o salto ou para nadar. Insetos como os gafanhotos usam as patas traseiras para produzir sons.

Embora a maioria dos insetos possua dois pares de asas ligados ao tórax, alguns possuem apenas um par, enquanto outros não possuem nenhum. As asas dianteiras de um besouro servem para cobrir o corpo e têm o ligeiro formato de uma concha, já as de trás são usadas para voar.

Abdômen

O abdômen é a região mais volumosa do corpo. É geralmente dividido em 10 ou 12 segmentos, onde se encontram pequenos orifícios denominados espiráculos. Esses espiráculos são unidos às traqueias, órgãos responsáveis pela respiração. Os insetos aquáticos respiram através de brânquias, ou vão à superfície para produzir uma bolha de ar, que será carregada sob as asas ou abdômen. Os órgãos reprodutores e responsáveis pela postura dos ovos ficam na região final do abdômen. Em muitos insetos há, no último segmento, um par de apêndices sensoriais, os cercos. Em espécies da ordem Dermaptera esses cercos são desenvolvidos e têm o formato de pinça, já muitos outros insetos os tem tão pequenos que chegam a ser quase invisíveis. Alguns poucos insetos têm órgãos auditivos no abdômen, mas eles também podem ser encontrados nas patas, como no caso dos grilos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível