×
Loading ...

Partes de uma espiga de milho

Atualizado em 17 abril, 2017

Embora o milho consumido pelas pessoas pareça uma coisa simples, o organismo do milho é uma planta incrivelmente complexa. A espiga possui quatro partes distintas -- os grãos, a casca, as sedas e as folhas da espiga. Cada parte possui um papel distinto na reprodução da planta.

Uma espiga de milho possui quatro partes distintas (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Seda

O tufo macio e fibroso na ponta da espiga que fica para cima no talo é conhecido como a seda do milho. Ela pode ser usada como uma erva medicinal e é frequentemente usadas como um diurético. Os usos medicinais da planta do milho surgiram no primeiro milênio A.D. A seda também pode ser usada para tratar feridas ou bolhas abertas, e era conhecida para tratar vários problemas nos órgãos genitais após dar a luz ou devido a doenças sexualmente transmissíveis.

Loading...

Casca

A casca é uma combinação agregada geral de folhas rodeando o milho. Esse é um elemento protetor do milho, um escudo desenvolvido para ajudar a manter as sementes -- a espiga com os grãos -- vivas e saudáveis para que a reprodução possa ocorrer. As cascas podem ser torradas em um processo conhecido como "descasque". Elas naturalmente caem para facilitar o espalhamento dos grãos após as sementes crescerem até um estágio viável.

Grãos

Os grãos são as sementes da planta do milho. Cada grão individual é criado pelos polens coletados pela seda da borla da planta, localizada no talo. A partir daí, os grãos crescem e são liberados para serem comidos por animais e espalhados sobre qualquer área possível, facilitando assim a proliferação da planta do milho. Os grãos levam vários meses para amadurecer, eventualmente sendo liberados quando a planta amadurece e morre, e a espiga cai do resto da planta.

Folhas

Folhas individuais compõem a casca. Elas facilitam um grande número de fotossíntese para a planta, criando nutrientes e energia a partir da luz solar. As plantas do milho possuem um número variável de folhas, dependendo de sua altura, que, por sua vez, depende da disponibilidade de luz solar e nutrientes no ecossistema. Uma planta de milho terá mais e mais folhas durante sua vida, criando mais espigas no final de seu ciclo.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...