×
Loading ...

Partes de uma flor de papoula

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

As flores da papoila ou papoula são compostas por várias partes, cada qual com uma finalidade para a planta. Essas partes são todas muito distintas dentro de uma flor de papoula, tornando-as fáceis de serem examinadas e identificadas. As sépalas protegem o botão fechado da flor. Depois de aberto, as pétalas atraem e direcionam os polinizadores, que fertilizam a flor. O centro da planta contém as porções masculina e feminina da flor, que são essenciais para a sua reprodução.

Flores da papoila têm uma anatomia muito básica (Anna Yu/Photodisc/Getty Images)

Sépalas

As sépalas estão ligadas à base das flores e cobrem os botões imaturos. Na maioria das flores, as sépalas são um anel de pequenas folhas modificadas que servem principalmente como uma camada protetora para a flor imatura e um suporte para a flor aberta. Uma vez que as sépalas das flores de papoula abrem-se e a flor surge, no entanto, elas não são mais necessárias e caem. À medida que a flor se abre, as sépalas separam-se da base da flor e se abrem ao meio, eventualmente caindo para revelar a flor no seu interior.

Loading...

Pétalas

As pétalas são folhas finas que crescem a partir da base da flor entre as sépalas e as outras partes internas da flor. Quando a flor está pronta para a fecundação, as pétalas abrem-se para revelar tanto a parte feminina quanto masculina da planta. As pétalas produzem um néctar doce para atrair insetos e a coloração ajuda a direcionar os insetos até a flor para polinizar a planta.

Estames

A porção macho da planta é conhecida como estame. Os estames são projeções longas e delgadas que se formam em torno da base da flor, apenas dentro das pétalas. No final de cada estame há uma parte chamada de antera. As anteras fabricam pólen, o esperma masculino. O pólen fertiliza as sementes quando entra em contato com a porção fêmea da flor.

Pistilo

O pistilo compreende a parte feminina da flor de papoula. O ovário, que se conecta à base da flor, guarda as sementes imaturas esperando para serem fertilizadas. Acima do ovário, o estigma é áspero e tem uma superfície pegajosa que pode capturar o pólen das anteras e grãos de pólen diretos para fertilizar as sementes no ovário. Enquanto muitas espécies de plantas também têm um gargalo estreito que se estende desde o estigma ao ovário, essa parte é claramente ausente na papoila.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...