As partes de uma seringa

Escrito por melody fuller | Traduzido por lucas calazans
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
As partes de uma seringa
Conheça as partes da seringa (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

A agulha da seringa é um dispositivo utilizado para a injeção, remoção ou infusão de fluidos. Elas são mais comumente conhecidas em ambientes de cuidados de saúde para injetar medicamentos e para utilização na remoção de sangue do corpo. As seringas podem ser diferentes em tamanho e tipo e feitas de vidro ou de plástico. A seringa escolhida normalmente depende da sua finalidade. É constituída por um êmbolo, o cilindro, bico, agulha e tampa protetora da agulha. É importante que todas as peças de uma seringa que entram em contato com o corpo sejam mantidas livre de contaminação.

Outras pessoas estão lendo

O êmbolo

O êmbolo está localizado na extremidade da seringa e pode ser feito de vidro colorido ou turvo ou de plástico. Seu objetivo é encher ou esvaziar o cilindro. O êmbolo é puxado para trás para encher o cilindro e empurrado para a frente para o esvaziamento.

O cilindro

O cilindro é a parte da seringa que contém o fluido, seja um medicamento, sangue ou uma solução extraída do corpo. Geralmente é calibrado em décimos (um décimo é igual a 0,1 mililitros) para fazer medições precisas da quantidade do fluido que será posto ou removido. O cilindro pode variar em tamanho de 0,5 mL a 50 mL.

O bico

A extremidade inferior da seringa, do lado oposto do êmbolo, termina num cubo de agulha. O cubo é constituído por um adaptador de agulha, que permite que a agulha seja ligada à seringa. Ele também funciona para segurar a agulha no lugar durante a utilização da seringa para a sua função pretendida.

A agulha

A agulha é constituída pela haste, lúmen e bisel. As agulhas variam de comprimento, tamanho do eixo da haste e dimensão do lúmen. A haste é o comprimento do metal e é geralmente escolhida em função da via e local de administração, a massa física do cliente e a espessura da medicação. O lúmen, também conhecido como o furo, é o espaço oco no interior da agulha. O diâmetro do lúmen é conhecido pelo número do calibre da agulha. Ele é escolhido com as mesmas especificações que a haste. A última parte da agulha, o bisel, é a extremidade pontiaguda e determina quão fina ela é.

Cobertura/capa de proteção

A cobertura/capa de proteção é fornecida para manter a esterilidade da agulha. Agulhas são uma forma comum de transporte de infecções para os prestadores de cuidados de saúde e clientes. O bisel da agulha é coberto para limitar a quantidade de acidentes que possam ocorrer envolvendo os objetos e para assegurar que apenas o cliente terá contato com ela. Em uma tentativa de reduzir a contaminação e aumentar a segurança, a maioria das agulhas são descartáveis ​​e são jogadas fora após uma única utilização.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível