Pelo que passam os adolescentes abaixo do peso

Escrito por natasha parks | Traduzido por thiago silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Pelo que passam os adolescentes abaixo do peso
O peso pode ser um assunto delicado para muitos jovens, então aborde o tema cuidadosamente (Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images)

Adolescentes abaixo do peso podem sofrer física e emocionalmente por conta desta condição. É importante definir o conceito de "abaixo do peso" antes de rotular o adolescente como problemático. Os jovens tem de saber seu índice de massa corporal, ou IMC, para determinar se realmente estão abaixo do peso. Um adolescente com IMC abaixo dos 5% de uma tabela de IMC padrão é considerado abaixo do peso, de acordo com o site Kids Health.

Outras pessoas estão lendo

Sentir-se mal em geral

Adolescentes abaixo do peso geralmente sentem-se lentos, cansados e letárgicos com frequência. Podem até mesmo se sentir deprimidos. Pode ser complicado perceber estes sinais durante a puberdade pois é comum que os adolescentes passem por períodos de humor ruim e lerdeza. Porém, se é uma reclamação constante do jovem a de estar cansado, sem energia ou sempre se sentindo mal, seu peso baixo e consumo de poucas calorias pode ser um fator. Um consumo abaixo do normal de vitaminas pode contribuir para uma sensação generalizada de cansaço e letargia, pois são estas substâncias que ajudam o corpo a desempenhar suas funções.

Mal-estar

Tosses, dores estomacais, diarreia, menstruação irregular e fadiga contínua são sintomas de estar perigosamente abaixo do peso e de uma dieta pobre. Além disso, o sistema imunológico pode não funcionar corretamente, os músculos podem ficar mais fracos, a pressão pode baixar, há o risco de anemia, inchaço nas juntas e até queda de cabelo, de acordo com o site Troubled Teen 101. Se estes sintomas seguirem por mais que uma ou duas semanas, deve-se consultar um médico. Doenças que causam a perda drástica de peso como bulimia e anorexia são sérias, e muitas vezes envolvem risco de morte. Um jovem que sofra de qualquer um dos dois males sofrerá física e psicologicamente, então a presença do médico é essencial.

Inibição do crescimento

Um jovem com uma dieta de baixas calorias pode crescer em ritmo menor que o normal. Isso não só afeta sua altura, tamanho e estatura, mas também seu desenvolvimento sexual, que pode ocorrer de forma mais vagarosa ou mesmo ser inibido. Uma dieta balanceada e cuidadosamente planejada pode ser necessária para que o corpo volte ao normal e os eles obtenham as quantidades corretas de vitaminas e minerais para um desenvolvimento saudável. Unhas quebradas, pele e cabelo secos e o crescimento de pelos pelo corpo podem resultar do fato de estar muito abaixo do peso.

Pressão dos amigos e família

A pressão para fazer parte de um grupo, usar as roupas certas e ter certa aparência pode afetar qualquer jovem, mas aqueles magros ou gordos podem sofrer mais que os outros. Muitas vezes, esta pressão se transforma em bullying, de forma que ele se sente vitimizado, isolado, feio e sem valor algum. Medos subjacentes de ser diferente são geralmente compostos por referências contínuas ao fato de que eles têm uma aparência que não reflete os outros jovens de sua idade. Alguns membros da família, mesmo com boas intenções, podem acabar pressionando seus filhos a mudar de peso ou aparência, mas há de se considerar o fato de que talvez eles precisem de ajuda profissional para fazê-lo de forma segura.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível