Passando no teste do cheiro: Como usar colônia do jeito certo

Escrito por malina saval | Traduzido por nicolle roesner
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail

As dicas para se tornar um homem cheiroso

Passando no teste do cheiro: Como usar colônia do jeito certo
Quanto maior a qualidade da marca, menos perfume você precisará (Sky View/Photodisc/Getty Images)

Você precisa escolher algo que será tecnicamente sólido. Sua permanência na pele deve durar mais do que uma hora, significando que você tem que senti-lo horas depois de ter aplicado. A fragrância não deve diminuir.

— Chandler Burr, diretor e curador do Departamento de Arte Olfativa no Museu de Artes e Design de Nova York

Os cientistas por muito tempo têm debatido o papel exato que o cheiro tem na complicada dança de rituais de acasalamento dos humanos. Enquanto as propagandas continuam a exagerar na influência do desodorante e da loção pós-barba na vida amorosa de um homem -- muitos comerciais declaram que com o desodorantes certo, um nerd tímido pode ser transformado instantaneamente no George Clooney. Não há dúvidas de que mergulhar em um frasco de colônia barata de farmácia espantará a todos, desde o seu colega do cubículo ao lado até um potencial interesse romântico.

O nome é a coisa

A primeira coisa a se considerar quando escolher seu perfume é que na maioria dos frascos a palavra "colônia" é, na verdade, um equívoco.

"A colônia se refere a um tipo muito específico de fórmula para uma fragrância específica", diz Chandler Burr, diretor e curador do Departamento de Arte Olfativa do Museu de Artes e Design de Nova York. Ele é o antigo crítico de perfumes do The New York Times e autor de "The Emperor of Scent" e "The Perfect Scent". "Uma colônia é, especificamente, uma mistura cítrica, normalmente limão, toranja ou laranja amarga, e/ou bergamota com um aromático ou um de ervas".

De acordo com Burr, a razão pela qual os americanos acham que as mulheres usam perfume e os homens usam colônia -- em todas as outras partes do mundo isso não é um problema -- é que os termos são usados como um dispositivo de comercialização coletiva criado para um único propósito: vender fragrância aos homens americanos.

"Chamar uma fragrância de 'colônia' dá uma permissão psicoemocional ao homem americano heterossexual a usar perfume", diz Burr.

Escolhendo o que funciona

Burr abertamente aponta que os homens americanos precisam de prática na maneira correta de escolher e aplicar uma fragrância. "Você precisa escolher algo que seja tecnicamente sólido", ele aponta. "A sua persistência na pele tem que durar mais do que uma hora, significando que você deve ser capaz de sentir a fragrância mesmo horas depois da aplicação. Ela não deve passar. A difusão também e muito importante -- você precisa ser capaz de sentir a fragrância a uma distância razoável de 25 a 50 cm".

Burr sugere levar um ou dois amigos para testar o quão bem a fragrância é fixada. "Se uma pessoa tem que estar a 10 cm de você para sentir o perfume, então é, tecnicamente, lixo", ele diz. "Se a fragrância não estiver mais lá depois de dez minutos, então é lixo".

Reciprocamente, se o cheiro da sua fragrância é demais a ponto de que a pessoa tenha que fechar seu nariz e fugir para o prédio mais próximo, você precisa fazer algumas pequenas modificações.

"Você mede o volume de uma fragrância do mesmo jeito que mediria o volume de uma música saindo do seu iPod em um trem", diz Burr. "Com uma fragrância cara e de alta qualidade, você precisa de pouco. A fragrância deve ter uma qualidade incrível, e não ser misturada com outros cheiros".

Decidir qual fragrância fica melhor na sua pele é, frequentemente, um exercício de tentativas e erros, relembra o estilista Bernard Jacobs, presidente do Katy Duds, uma consultoria de imagem e moda em West Hollywood, Califórnia.

"Quando eu vou a uma loja eu peço por uma amostra e experimento a fragrância", diz Jacobs, que recomenda um cheiro cítrico para verão e amadeirado para o inverno. "Eu uso a amostra por dois dias e, se eu gostar, então eu volto e compro".

Localização, pessoal

Tão importante quanto o que você usa é onde e como você usa. "Muitos homens pegam a colônia e a esfregam, e esse é o jeito errado de se fazer", diz Jacobs. "Você estraga o ingrediente ao esquentá-lo no óleo e, assim, ele não terá o cheiro que deveria ter. Ao invés disso, borrife um pouco em seu pulso, na dobra do braço (no cotovelo), atrás da orelha, em todos os pontos quentes do seu corpo. Isso mantém o cheiro durante o dia inteiro".

Burr recomenda criar sua própria zona de cheiro: "Coloque a fragrância na nuca, na parte de cima dos seus antebraços e no tecido na região dos ombros ", ele diz. "Coloque um pouco no seu cabelo. É o melhor lugar para espalhar o cheiro".

Mas o que quer que você faça, não molhe -- e nunca espirre. "Seu avô espirrava, seu pai espirrava", diz Burr. "Você não é o seu pai. Nós não vivemos mais em 1973".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível