Conhecimento

Pedras que mudam de cor

Escrito por debra durkee | Traduzido por aline ferreira
Pedras que mudam de cor

Sempre há ciência por trás das novidades

Thomas Northcut/Photodisc/Getty Images

Os anéis de humor sempre foram uma novidade, com suas pedras decorativas que, supostamente, mudavam de cor, baseadas no humor de quem os usava. No entendo existe mais informação sobre essas pedras do que você imagina. Estas e outras gemas raras são o que se chama de fenomenais. Esta categoria inclui outros efeitos óticos, com a mudança de cor sendo, talvez, a mais destacável de todas.

Outras pessoas estão lendo

Alexandrita

Alexandrita é uma gema originária dos Montes Urais, na Rússia. Sob a luz brilhante do sol, a pedra tem um coloração verde ou azul. No entanto, sob a luz artificial, ela têm uma aparência bem diferente, mudando para o vermelho intenso e roxo. A pedra é uma combinação de vários elementos diferentes, como titânio, berílio e ferro. Ela também contém crômio, que dá à gema suas propriedades quase místicas; na verdade, tão mística que não só foi nomeada a pedra nacional da Rússia, como leva o nome do czar da época de seu descobrimento. Por causa de sua combinação de elementos raramente existe no mesma área e que requerem condições muito específicas para se formar, a alexandrita é extremamente rara.

Zultanito

O zultanito é uma pedra recém-descoberta das minas da Turquia. A gema em si é transparente, mas tem coloração que muda de acordo com a luz incidida. Sob a luz natural, a pedra aparenta ser verde, mudando para o vermelho roseado quando exposta a luz de velas. Ela também pode mudar de cor baseando-se nas cores à sua volta -- quando colocada contra diferentes cores, ela adquirirá colorações diferentes. As propriedades de mudança de cor do zulanito são baseadas nos ângulos do corte, tornando as pedras polidas muito menores do que a gema crua. A maioria das pedras finalizadas tem apenas 2% do tamanho original das gemas trazidas das minas. Extremamente raro, o zutanito é encontrado somente em uma mina da Turquia.

Diáspora

Diáspora é uma outra pedra que muda de cor, originária dos Montes Urais da Rússia, o lar das alexandritas. Ao contrário delas, a diáspora também é encontrada na Polônia, Suíça, África do Sul e mesmo em áreas do nordeste dos Estados Unidos. A gema tem uma coloração transparente, com tons que mudam baseados no tipo de luz a que são expostas. Sob a luz do dia, os tons podem variar de amarelo escuro ao suave e de rosa a marrom pálido ou champanhe. Quando expostas à luz artificial, a pedra mudará para um rosa vibrante, com a coloração mudando mais notavelmente em pedras que são, sob a luz natural, marrons ou esverdeadas.

Granada que muda de cor

As granadas comuns não tem propriedades de mudança de cor e considerou-se, por muito tempo, que elas eram formadas naturalmente em todas as cores, exceto azul. Descobertas recentes de gemologistas têm mostrado que existem granadas azuis e que elas são pedras extremamente raras com propriedades de mudança de cor. Sob a luz natural, a cor da gema varia do verde-acinzentado para o azul claro. Sob luz artificial, a granada escurecerá para o roxo escuro, com alguns exemplares tendo tons de bordô. As mesmas propriedades e os mesmos minerais, como o crômio, que dá à alexandrita suas características, estão presentes na granada. Geralmente, quanto maior a pedra, menos drástica é a mudança e mais nebulosa a cor fica.

Não deixe de ver

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media