Mais
×

Penteados para bebês

Atualizado em 17 abril, 2017

Os bebês podem não ter um monte de cabelo, mas isso não significa que eles não possam estar na moda. Fazer um penteado no seu bebê é uma ótima maneira de acentuar a sua fofura e fazê-lo se destacar na multidão. Você pode até mesmo dar-lhe uma sensação precoce de moda, o que vai durar uma vida inteira.

Há muitas coisas criativas que você pode fazer com o cabelo do seu bebê (Ryan McVay/Lifesize/Getty Images)

Maria-chiquinha

Pode parecer óbvio, mas este penteado clássico é uma maneira infalível para fazer sua bebê ser notada, desde que ela tenha bastante cabelo. Para fazê-lo, basta agrupar o cabelo em duas partes atrás da cabeça e prendê-los no lugar com um elástico ou presilha. Faça testes usando diferentes elásticos coloridos e formando maria-chiquinhas mais para o lado ou mais para trás da cabeça.

Maria-chiquinha (Aidon/Stockbyte/Getty Images)

Moicano

O moicano não é mais de domínio dos punks e adolescentes, ele tornou-se um penteado da moda para pessoas de todas as idades. Como ele ainda denota um certo nível de rebeldia, ele é deixa seu bebê mais fofo instantaneamente. Basta pentear o cabelo dele de ambos os lados para cima e juntá-lo no meio da cabeça, de maneira que ele fique espetado, usando água ou gel. Não se esqueça de tirar uma foto.

Rabo de cavalo alto

Este é outro penteado bom para as meninas. Agrupe o cabelo da sua bebê no meio da cabeça, um pouco para a frente. Use um elástico ou presilha para formar uma rabo de cavalo alto e deixe-o cair do jeito que ele escolher.

Rabo de cavalo alto (Medioimages/Photodisc/Valueline/Getty Images)

Penteado para o lado

Este penteado é particularmente adorável para os meninos, fazendo-os parecer pequenos adultos. Penteie as laterais do cabelo para trás e reparta-o mais para o lado direito ou esquerdo. Você pode deixar que a parte da frente fique um pouco sobre a testa. Use gel ou água, se você tiver problemas para manter o penteado no lugar.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article