Como saber se um perfume é sintético?

Escrito por laura leiva | Traduzido por luiza horbach
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como saber se um perfume é sintético?
O perfume sintético pode desenvolver alergias (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Desde os tempos antigos, as mulheres têm usado perfumes para adicionar fragrâncias a seus corpos. Além disso, perfumes como zimbro, menta e canela têm sido usados ​​para a cura através da aromaterapia. Durante os anos 1700, ingredientes sintéticos ou manipulados começaram a ser usados na fabricação de perfumes.

Outras pessoas estão lendo

Ingredientes

Já que milhares de plantas seriam necessárias para produzir apenas alguns gramas de óleo, as perfumarias começaram a utilizar ingredientes sintéticos. Eles também adicionaram álcool, produtos animais e petroquímicos, que melhoram o odor das fragrâncias e outras propriedades do perfume.

Perfumes sintéticos

Ao contrário dos perfumes do passado, os aromas sintéticos não são curativos, apenas adicionam um aroma ao corpo. Aqueles que usam perfumes sintéticos também podem desenvolver alergia ou erupção cutânea, uma vez que não são totalmente naturais e contêm outros ingredientes para que o cheiro permaneça por um período maior de tempo.

Um ingrediente importante para o perfume sintético são os aldeídos. Este ingrediente dá a cada perfume sua própria fragrância e foi usado pela primeira vez no famoso "Chanel No. 5". Outros perfumes que contêm esse ingrediente são "Rive Gauche", da "Yves Saint Laurent" e "Givenchy L'Interdit".

Por que usar perfumes sintéticos?

A maioria dos perfumes disponíveis possuem aromas sintéticos, pois são mais fáceis de recriar para a distribuição em escala. Quando apenas perfumes naturais eram disponíveis no mercado, a geografia determinava o tipo de perfume que podiam ser feitos em cada região. Usar fragrâncias sintéticas também ajuda a manter o meio-ambiente seguro, uma vez que não há necessidade de destruir as árvores, plantas e flores para criar o perfume.

Musk, uma fragrância popular, precisaria vir de um veado macho se as opções sintéticas não estivessem disponíveis. Almíscar sintético é usado como base de muitos perfumes populares.

Enquanto o natural muitas vezes é mais desejado do que o sintético, existem alguns casos em que você não deve escolher perfumes sintéticos. Se você tem pele sensível, que é suscetível a irritações ou alergias, escolha uma fragrância natural. Perfumes sintéticos contêm produtos químicos que podem ser absorvidos pela pele e afetar os órgãos ou os sistemas internos.

Aqueles que sofrem de sensibilidade química múltipla podem ter a doença desencadeada com a fragrância de perfumes sintéticos e apresentar sintomas como fraqueza, dores de cabeça, dificuldade respiratória e até mesmo ataques de pânico.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível