Mais
×

Os perigos da dieta Atkins

A falta de carboidratos é a característica definidora da dieta de Atkins
Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Introdução

Em 2003, uma nova dieta da moda conquistou enorme popularidade e muitas pessoas a seguem até hoje. Ela promete que as pessoas podem perder peso e ainda comer carne vermelha, queijo e ovos se reduzirem sua ingestão de carboidratos. Muitas pessoas fizeram essa dieta por razões óbvias, mas com o passar do tempo, os perigos da dieta Atkins estão se tornando cada vez mais evidentes. É uma das poucas dietas que sugerem comer cheeseburgers com bacon, mas você deve aprender sobre os riscos, antes de ceder ao seu paladar. Além disso, o hambúrguer não pode ter pão.

Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images

A teoria

A lógica fundamental da dieta de Atkins parece muito boa. Seu corpo normalmente usa carboidratos como energia, que você ingere todos os dias em alimentos como cereais, pães e massas e o excesso é armazenado em seu corpo como reserva. Se você passar um período de fome, seu corpo ataca sua fonte de gordura e a usa para lhe dar energia. A dieta de Atkins elimina os carboidratos, deixando seu corpo sem opção a não ser usar sua reserva de gordura. Isso resulta em perda rápida de peso, mas o corte de um dos principais grupos de alimentos de sua dieta tem seus riscos.

Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Cetose

Um dos efeitos colaterais da dieta de Atkins é o processo rápido de queima de gordura. Quando o corpo queima sua fonte de gordura, ele libera substâncias chamadas cetonas. Elas se acumulam quando você está na dieta de Atkins e levam a uma condição chamada cetose. Isso pode causar uma variedade de efeitos negativos, como mau hálito, cansaço, fraqueza, insônia, náuseas e tonturas. O aumento das cetonas é uma marca de um corpo em modo de queima de gordura, mas como elas são ácidas, podem danificar o fígado e os rins, em casos extremos.

Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Câncer de cólon

Para muitas pessoas que fazem a dieta de Atkins, a liberdade de comer carne vermelha é uma das melhores coisas da dieta. A carne vermelha, como todos sabem, é muito ruim para você e um dos principais indícios é que ela aumenta o risco de câncer de cólon. Pesquisas apontam que pessoas que comem carne vermelha diariamente por um longo período de tempo triplicam o risco de desenvolver essa doença. Esse é um risco significativo, pois ele é um dos tipos de câncer mais comuns no Reino Unido. Além disso, a dieta Atkins também é muito baixa em fibras, que são alimentos importantes para reduzir o risco de câncer.

Digital Vision./Digital Vision/Getty Images

Doença cardíaca

Embora a dieta de Atkins geralmente leve à perda de peso, os altos níveis de gordura saturada, muitas vezes podem levar a um aumento no colesterol. Estudos têm mostrado que cerca de 30% das pessoas em dietas pobres em carboidrato apresentam aumento no colesterol (LDL ou "mau" colesterol). Muitos defensores da dieta de Atkins dizem que os riscos comuns associados ao consumo de gordura não se aplicam, mas a ciência está cada vez mais mostrando que eles têm fundamento. Suas artérias ficarão obstruídas e você corre maior risco de ter ataques cardíacos e doença coronariana.

Thinkstock/Comstock/Getty Images

Osteoporose

O consumo excessivo de proteínas animais e os níveis de cálcio inicialmente baixos da dieta de Atkins também podem causar problemas de saúde como a osteoporose. Essa condição está relacionada com a perda de cálcio corporal. A proteína da carne faz com que o corpo libere cálcio pela urina a taxas mais elevadas e a falta de ingestão do mineral aumenta o problema. Esse efeito também aumenta o risco de ocorrência de pedras nos rins.