Perigos da exposição de um cão a sua urina e fezes

Escrito por christie gross | Traduzido por paula belchior
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Perigos da exposição de um cão a sua urina e fezes
A exposição de um cão às suas próprias fezes e urina não é muito perigosa (dog image by Holtea Silviu from Fotolia.com)

Os cães fazem algumas coisas muito graves, mas talvez a mais grosseira de todas seja comer a sua própria urina e fezes. A coprofagia canina é o termo médico para a ingestão canina de seus próprios resíduos, especificamente fezes. Para a maioria dos cães, isso é uma questão de comportamento, mas em alguns casos, o comportamento pode ser um sinal de que o cão sofre de um problema médico tal como uma deficiência de nutrientes ou aumento do apetite provocada pela doença da tiroide ou de outra enfermidade. Seja qual for a razão, o comportamento não é muito perigoso, a menos que o cão comece a comer as fezes de outro cão ou animal. Um cão que come suas próprias fezes ou bebe sua própria urina só ingere organismos que já existem dentro de seu corpo.

Outras pessoas estão lendo

Obstrução intestinal

Uma obstrução intestinal pode ocorrer quando um cão consome fezes, especialmente quando ingeridas em grandes quantidades, o que torna a digestão correta difícil para o corpo. Um cão também pode vomitar depois de comer fezes.

Risco de ingestão de doença canina

Os cães podem transmitir doenças através de suas fezes. Duas doenças, hepatite e parvovírus canino, podem se espalhar dessa forma. Um cão que consome fezes de outro cão infectado com hepatite ou parvovírus canino está em risco de infecção, a menos que tenha sido vacinado.

Risco de ingestão de parasitas

De acordo com Peteducation.com, um dos maiores perigos da coprofagia canina é o cão infectar-se repetidamente com parasitas presentes nas fezes. As fezes contêm parasitas como a giárdia, protozoários, tricurídeos e lombrigas, que são perigosas para o organismo dos cães.

Além disso, quando um cão come as fezes de outro animal, ele se encontra em maior risco de infecção por um parasita mais perigoso. O Toxoplasma gondii, um parasita encontrado em alguns gatos, pode ser muito perigoso para cães e pode causar danos ao músculo. Os veados, os coelhos e outros animais selvagens também expelem naturalmente os parasitas nas fezes, o que pode ser perigoso para os cães que ingerem esses resíduos.

Infestação por larvas, bactérias ou fungos

As fezes que permaneceram ao ar livre por um longo período de tempo podem tornar-se infestadas com larvas de moscas, bactérias e fungos, entre outros organismos, o que pode ser prejudicial para o cão quando digerido.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível