Mais
×

Os perigos dos ionizadores de ar

Atualizado em 23 março, 2017

Os ionizadores são aparelhos eletrônicos que agem como se retirassem componentes perigosos do ar. Apesar da propaganda de que eles criam um ambiente mais saudável, os críticos dizem que eles podem ser prejudiciais e criar problemas sérios de saúde para o usuário, adicionando um nível perigoso de ozônio no ar.

Os ionizadores dizem remover eletronicamente as impurezas e os contaminantes do ar (Comstock Images/Comstock/Getty Images)

Danos aos pulmões

De acordo com um relatório publicado pelo Consumer Reports e apoiado pela Associação Americana de Pulmão, nos EUA, os pesquisadores encontraram uma conexão direta entre os purificadores ionizantes do ar e o dano aos pulmões. Segundo o relatório, não só os sistemas de filtração desses aparelhos são ineficazes para limpar o ar, como o ozônio que eles emitem em sua operação pode irritar os pulmões, levando a perda de fôlego, piora de alergias e, em casos extremos, problemas respiratórios crônicos e escarro permanente.

Dor no peito

De acordo com outro artigo publicado pela Healthy Living Answers, uma fonte de informações sobre saúde e direito do consumidor, uma dor crescente, queimação e desconforto no peito também são experimentados pelos usuários de ionizadores de ar. Assim como os sintomas de irritação nos pulmões, as dores o peito são relatadas por indivíduos em baixos níveis de exposição. Esse efeito colateral é corroborado pela Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA) em seu relatório relacionando os efeitos do ozônio na saúde da população em geral.

Irritação na garganta

Outro efeito colateral relatado pelos usuários dos ionizadores é queimação e irritação da garganta. Esses efeitos colaterais podem variar de níveis tênues de irritação até dor crônica. Além da dor de garganta, os usuários dos ionizadores reportaram períodos extensos de tosse, resfriado e sintomas de gripe que não responderam à remédios para o resfriado e gripe tradicionais. Outro efeito colateral muito relatado foi a inflamação crônica das vias aéreas que levam à garganta, o que contribuiu para a piora dos casos de asma.

Danos às celulas

Outro efeito significativo relacionado ao ozônio emitido pelos ionizadores é seu efeito nas células. O relatório da EPA sobre os efeitos do ozônio mostrou que um determinado nível de dano celular foi observado após apenas quatro a cinco dias de exposição. De acordo com os relatórios publicados pela Spiritual Endeavors, um fonte online de informações de saúde e direitos, mostrou-se que o ozônio estimula a produção do fator de necrose tumoral (TNF, da sigla em inglês), que causa o desenvolvimento de tumores cancerígenos a partir de um tecido aparentemente saudável.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article