Perigos do óleo de cártamo

Escrito por julie segraves | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Perigos do óleo de cártamo
Saiba mais sobre as propriedades do óleo de cártamo (Oil image by Mykola Velychko from Fotolia.com)

O cártamo é uma planta nativa de países do Irã à Índia, América do Norte e Extremo Oriente. Ele tem sido usado para tratar calvície, colesterol, deficiência de ácido graxo essencial e queda de cabelo. Ele também é usado como um óleo de cozinha. O óleo de cártamo contém ácidos linoleico e oleico, ácidos graxos essenciais dos quais o corpo precisa e que geralmente apenas podem ser obtidos de alimentos. Esses ácidos controlam inflamações, coagulação do sangue e desenvolvimento cerebral.

Outras pessoas estão lendo

Funções do óleo de cártamo

Os benefícios do óleo de cártamo vêm da sua concentração de ácido linoleico polinsaturado e ácido oleico. Ele é um componente da emulsão de gordura intravenosa Liposyn II, que é dada para aumentar ou manter o peso em pessoas que precisam de nutrição parenteral.

Contra indicações

O óleo de cártamo, ou medicações que o possuem na composição, não deve ser tomado se você é alérgico a ovos ou óleo de soja, teve doença nos rins ou diabetes, se você está ou pretende ficar grávida ou se você estiver amamentando.

Efeitos colaterais do óleo de cártamo

Os efeitos colaterais de emulsões gordurosas como o Liposyn II, a maioria deles contendo o óleo de cártamo, incluem vômito, calafrios, febre e tremores. Outras reações adversas são hiperlipemia, dispneia, cianose, rubores, tontura, dor de cabeça, falta de sono, náusea, hipertermia, suor, dores no peito e nas costas, trombocitopenia (raramente em recém-nascidos), hipercoagulabilidade e aumentos transitórios das enzimas hepáticas.

Usar o óleo de cártamo como um remédio de ervas e tomado como parte de uma dieta balanceada não causa nenhum efeito colateral. Entretanto, o excesso de ácidos graxos essenciais de ômega 6 na sua dieta está sendo ligado à grande incidência de doenças cardiovasculares, diabetes, obesidade e diabetes não dependente de insulina. O óleo de cártamo possui muitos ácidos graxos essenciais de ômega 6 e deve ser tomado apenas sob supervisão médica.

Dosagens do óleo de cártamo

É importante tomar esse produto exatamente como lhe foi instruído para evitar quaisquer reações adversas. Um grande consumo de gorduras polinsaturadas, como o óleo de cártamo, pode aumentar seu risco de desenvolver algum tipo de câncer.

Liposyn II

O Liposyn II é um remédio também administrado em pessoas com deficiência de ácidos graxos essenciais. O óleo de cártamo é um componente dessa medicação, que é considerado seguro desde que seja tomado conforme as instruções e que a dosagem recomendada não seja excedida. Ele não deve ser dado a pessoas com problemas com o metabolismo normal de gordura.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível