Mais
×

Os piores cortes de cabelo dos jogadores de futebol

Getty Images

Introdução

Estamos vivendo uma época em que os jogadores de futebol deixaram de ser simples esportistas para virarem estrelas. Eles entenderam a mensagem do mercado e entraram na onda do marketing pessoal. O objetivo é chamar a atenção do público. Alguns têm como estratégias os escândalos midiáticos e outros, as brigas com a imprensa. Mas existe um grupo em especial que é bastante famoso entre os torcedores pelos seus pitorescos cortes de cabelo. Nessa disputa, claro, ganha aquele que tiver o penteado mais estranho. Descubra quais foram os inesquecíveis cortes de cabelo dos jogadores que participaram das últimas Copas.

Taty2007 | Creative Commons Attribution 3.0 Unported

Carlos Valderrama

"El Pibe", como Valderrrama ficou conhecido mundialmente, não foi apenas um dos jogadores que entrou na lista dos melhores da década de 1990. Ele também ganhou fama por sua singular cabeleira dourada. Os cachos do jogador se tornaram sua marca registrada e identificada por qualquer torcedor fanático que acompanhou as Copas de 1990 (Itália), 1994 (EUA) e 1998 (França). Atualmente, Valderrama ainda conserva sua cabeleira como se fosse uma lembrança dos seus melhores momentos em campo.

Reprodução: www.gq.com.mx

Ronaldo

Ronaldo "Fenômeno" não é só lembrado pelos seus gols marcados durante a Copa de 2002 (Coreia/Japão), dando o título à Seleção Brasileira. O jogador também se destacou na competição pelo seu exótico corte de cabelo, que lembra um pouco o de Cascão, personagem da Turma da Mônica. Dizem que a ideia surgiu durante uma tediosa tarde na concentração. Ronaldo surpreendeu a todos quando entrou em campo com um corte que lembrava uma espécie de triângulo. Sem dúvidas, a mudança do visual deu sorte e o jogador seguiu com o estilo até o fim da Copa.

flickr/mikerimmer43

Taribo West

Qualquer torcedor fanático jamais esquece as tranças de Taribo West durante as Copas de 1998 (França) e 2002 (Coreia/Japão). O corpulento zagueiro da seleção nigeriana ganhou a simpatia da torcida pelo seu carisma e personalidade única. Suas tranças coloridas com as cores do seu pais chamavam atenção do público quando entrava em campo. Com o passar do tempo, West foi perdendo o cabelo e sua marca registrada ficou para a história.

Jimmy Baikovicius | Flickr (CC BY-SA 2.0)

Neymar

Neymar está na lista das estrelas do futebol da atualidade. Talento e personalidade o jovem atacante da Seleção Brasileira tem de sobra. Desde o início da sua carreira, destacou-se como goleador do Santos, mas ganhou ainda mais fama quando passou a defender o Barcelona. Além de craque, o jogador tem outra habilidade: seus cortes de cabelo. O mais conhecido foi o moicano, que ficou como sua marca registrada por um bom tempo. Depois que entrou no time espanhol, ele precisou dar uma adaptada nas madeixas. A Copa do Mundo de 2014 será a primeira do jogador, e muitos já especulam qual será o penteado escolhido para a competição.

Steindy | Wikimedia Commons

Hamsik

Hamsik é considerado um dos mais habilidosos do futebol. Mas, como os outros jogadores, também tem o corte de cabelo como marca pessoal, e qualquer torcedor fanático reconhecerá de primeira. O meio-campista eslovaco participou da Copa de 2010 (África do Sul), mas não entrará em campo durante a competição de 2014. Infelizmente, ele não estará na lista dos cortes de cabelos mais exóticos dos jogadores do Mundial. Quem quiser vê-lo em ação tem que se contentar com suas jogadas no Napoli.

Reprodução: Flickr RTP (CC BY-NC-SA 2.0)

Abel Xavier

Dificilmente os torcedores fanáticos vão lembrar de Abel Xavier pelo seu talento. Isso porque sua inoportuna forma de disputar a bola levou o jogador português ao banco várias vezes, depois de pouco tempo em campo. Entretanto, alguns torcedores relembram o jogador com simpatia quando comentam sobre seu penteado durante o Mundial de 2002 (Coreia/Japão). A cabeleira prateada chamava atenção. Com o passar do tempo, ele mudou o visual adotando tranças, rastas e até um moicano.

Reprodução: SportsWebMedia | Flickr

Roberto Baggio

Roberto Baggio é considerado um dos melhores jogadores da história do futebol, ganhando destaque nas Copas de 1990, 1994 e 1998. Seus chutes e passes precisos foram sua marca registrada durante toda a a carreira. Além de craque, o jogador italiano também é reconhecido pela forma particular de cortar o seu cabelo, por isso foi apelidado de "Il Codino Divino" (o rabo de cavalo divino).

http://omg-yanks.tumblr.com/

Alexis Lalas

Na Copa de 1994 (EUA), os torcedores fanáticos foram surpreendidos com a entrada de Alexis Lalas em campo. O look roqueiro do jogador se destacava, principalmente pela sua longa cabeleira ruiva e pelo seu cavanhaque. Apesar da sua marca registrada, Lalas também era conhecido pelas suas estratégias de defesa no meio de campo e por ter sido o primeiro jogador norte-americano a estrear na Série A da Itália. Mas a fama de Lalas não parou por aí. Ele gravou alguns discos hard rock com uma aceitável repercussão.

guardianes del infierno

Borislav Mihaylov

A histórica quarta posição que a Bulgária conquistou na Copa de 1994 (EUA) teve como protagonista o goleiro Borislav Mihaylov. Apesar de ter participado também da Copa de 1986 (México), Mihaylov só ganhou fama entre os torcedores na competição de 1994. Todos foram surpreendidos com sua ativa personalidade em campo, dando indicações ao time diretamente do gol. Mas o goleiro também tinha outra peculiaridade: seu penteado. A cabeleira de Mihaylov era um implante capilar.

Reprodução: Flickr | Lambda Chi Alpha Fraternity (CC BY-NC-SA 2.0)

Cobi Jones

Com três Copas na bagagem (1994, 1998 e 2002), Cobi Jones é considerado como um dos jogadores mais importantes dos Estados Unidos. Os torcedores fanáticos não lembram desse meio-campista apenas por seu desempenho em campo, mas também por suas tranças, que foram sua marca registrada ao longo da carreira. Por isso, muitas vezes, o jogador foi alvo de gozação das torcidas contrárias quando entrava em campo.

flickr/Blog Gallery

Mario Balotelli

Mario Balotelli é um velho conhecido da mídia pelos seus escândalos. No meio futebolístico, o atacante italiano brigava com os companheiros de time e técnicos e, na vida pessoal, a confusão era com as namoradas. O jovem jogador do Milan ganhou várias manchetes de jornais esportivos por suas brigas e grandes jogadas. Mas como todos os outros desta lista, seu estilo era algo peculiar. O corte moicano virou sua marca registrada durante os jogos. Para a Copa de 2014, a torcida e a mídia já especulam com quem ele irá brigar e qual será seu penteado, além dos gols que marcará, claro.