×
Loading ...

Piscar de olhos como sinal de mentira

Atualizado em 19 julho, 2017

Enquanto alguns especialistas em linguagem corporal apontam que piscar os olhos pode ser um indicador de que a pessoa está mentindo, opiniões de profissionais são divididas sobre como esse sinal pode mostrar uma mentira. Alguns estudos sinalizam que uma pessoa pisca com maior frequência quando está mentindo, já outros sugerem o oposto.

Muitos acreditam que os olhos ou pálpebras podem expor um metiroso (eyes image by Mat Hayward from Fotolia.com)

Piscar frequentemente

É amplamente aceito na cultura popular que picar os olhos em excesso durante questionamentos é um sinal de mentira. Especialistas em linguagem corporal sempre apontam essas características como indicador de mentira. A psicologia por trás dessa razão é que piscar os olhos está relacionado com sinal de nervosismo, outros incluem transpiração, inquietação ou falta de contato visual. Defensores dessa teoria afirmam que as pessoas que mentem ficam nervosas e não conseguem controlar algumas reações físicas e neurológicas que resultam do estresse da mentira.

Loading...

Piscar com menor frequência

Uma outra escola de pensamentos é que o piscar de olhos indica fraude, porém a pessoa que estiver mentindo piscará com menor frequência e não maior. Possíveis explicações incluem a hipótese de que a pessoa que estiver enganando conscientemente está mais concentrada que o normal. Afirma-se que quem está contando uma mentira precisa se esforçar mais, o que o faz ficar quieto, com poucos movimentos, devido à concentração.

Sob observação

Um estudo de 2010 mediu a quantidade de vezes em que 26 participantes piscaram em ambientes controlados. Concluiu-se que aqueles que estavam mentindo piscaram menos vezes que aqueles que estavam respondendo questões honestamente. As pessoas que foram verdadeiras não exibiram mudanças significantes de comportamento.

Complicações

Talk shows e jornais mostram frequentemente especialistas que analisam a linguagem corporal de celebridades e figuras políticas para chegar a conclusões sobre mentiras. Alguns deles notaram que algumas vezes uma pessoa pisca antes ou depois de contar a mentira, mas nunca durante. Informações científicas dão suporte a essa teoria, porém as sutilezas dessa análise acabam se perdendo quando usada com a população em geral, que acredita na teoria do "piscar de olhos". Conforme mais pesquisas são realizadas, percebe-se que essa análise é muito mais complicada do que uma questão estatística.

Conclusões

Apesar dos olhos serem a janela da alma, apenas focar no modo em que a pessoa pisca não é a melhor maneira para determinar se ela está ou não sendo verdadeira. Estudos detalhados que focam apenas nessa questão são muito raros, mesmo que pesquisadores pareçam concordar que uma mentira possui algum efeito sobre o piscar de olhos de uma pessoa. Esses dados devem ser ponderados como um critério para análise da reação física em momentos de estresse, como mentiras. Somente os olhos não contam toda a história.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...