Você planta a pitaia à sombra ou ao sol?

Escrito por susan klatz beal Google | Traduzido por maria renata c. m. siqueira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Você planta a pitaia à sombra ou ao sol?
A pitaia é o fruto da planta noturna Cereus (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Pitaia é um dos muitos nomes da Hylocereus undatus. O cacto, que lembra uma videira e cresce rapidamente, é uma epífita e faz uso de suas raízes aéreas para se prender a plantas ou outras estruturas para obter suporte, porém não nutrição. Em clima ideal, a pitaia é cultivada ao sol, entretanto, o calor extremo e o sol intenso podem causar dano às plantas, o que faz com que necessitem de uma proteção contra o sol e queimaduras.

Outras pessoas estão lendo

Origem e distribuição

A planta pertence à família dos cactos e teve sua origem na América tropical, que inclui o sul do México, a Costa Rica, El Salvador, Colômbia, Equador, Curaçao, Brasil, Uruguai e a costa ocidental de Guatemala e Panamá. A planta está distribuída em toda a América tropical e sub-tropical, incluindo o sul da Flórida, Caribe, Ásia, Austrália, Hawaii, Israel, Malásia, Vietnã e Taiwan. É a fruta de exportação mais importante do Vietnã.

Descrição

A cereus de florescer noturno tem ramos triangulares com normalmente três a cinco asas onduladas com pontas de vieira ao longo de todo o comprimento. Vários ramos carnudos e articulados nascem das raízes da planta. As raízes aéreas que crescem das margens do tronco são tentáculos que ela usa para se prender e ganhar estabilidade. Elas produzem flores que abrem durante a noite e dão frutos no verão. Estas desenvolvem-se a partir de botões esféricos que crescem nas margens do tronco e transformam-se em flores em 16 ou 17 dias. Depois do florescer, a fruta começa a se formar no lugar da flor e estará pronta para colheita em torno de 30 dias, porém se você esperar aproximadamente 50 dias, ela ficará ainda mais doce.

Insolação

Você pode plantar a pitaia sob o sol desde que a temperatura não exceda os 37º Celsius, já que as altas temperaturas podem queimar ramos e frutas. A temperatura ideal para crescimento da espécie está entre 18ºC e 25ºC. O horticultor Jonathan H. Crane, da Universidade da Flórida, afirma que "insolação", ou queimadura severa, também foram observados em plantas que crescem em altas atitudes ou em áreas com baixa umidade, devido à intensidade do sol nessas regiões. Em áreas montanhosas, onde há menos umidade, ou em áreas de extremo calor, proteja as plantas plantando-as em um local onde tenham sombra durante a parte mais quente do dia.

Reprodução

A pitaia é de fácil reprodução. Para isso são recomendados segmentos de 15 a 20 centímetros do ramo. Francis Zee, do Centro de Pesquisa de Agricultura da Bacia do Pacífico afirma que um corte inclinado no ramo final da planta pode facilitar o enraizamento. A cura é o processo de deixar o corte curar e secar à sombra por diversos dias antes da plantação. Depois da cura, plante o corte em um vaso, deixando lá por quatro a seis meses antes de transplantá-lo. A cura é normalmente feita para que o ramo curado seja plantado em um recipiente e cultivado em casa com sol.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível