Mais
×

Como plantar duas fileiras de cercas vivas com o cipreste de Leyland

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

O cipreste de leyland é uma planta perene, comum na criação de cercas vivas devido ao seu crescimento rápido e pouca necessidade de manutenção. Cultivá-lo em uma longa linha pode diminuir a circulação de ar no interior das árvores e causar a superlotação, o que leva-o a ficar marrom. Plantá-lo em duas filas alternadas fornecerá a mesma quantidade de privacidade sem o risco de seu escurecimento. Alternar as linhas também permite que o ar circule através do jardim dentro da cerca viva.

Instruções

O cipreste de leyland é comum na criação de cercas vivas (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)
  1. Organize as plantas na paisagem antes de começar a cavar seus buracos e certifique-se de que haja árvores suficientes para cobrir a área. Coloque a primeira cipreste onde a cerca começa, em seguida, coloque a segunda a 5 metros de distância e a 5 metros atrás da primeira. Plante a terceira a 5 metros de distância e a 5 metros na frente da segunda.

  2. Continue plantando-as nesse mesmo modelo, intercalando cada cipreste a 5 metros de distância uma da outra e alternando uma árvore na frente e a outra atrás. Essa dupla fileira intercalada fornecerá uma parede verde quando as árvores crescerem.

  3. Cave buracos nos pontos onde foi colocado as árvores. Faça-os duas vezes a largura do recipiente das árvores. Faça isso pelo menos seis semanas antes da primeira geada do inverno.

  4. Retire a primeira árvore do recipiente. Solte a bola de raiz com as mãos, espalhe-a e então, coloque-a no buraco do plantio. Aterre o buraco, firmando-o com as mãos conforme segue. Continue até que a cipreste esteja plantada na mesma profundidade que estava no recipiente.

  5. Repita o processo com o plantio de cada árvore. Molhe até que o solo ao redor de cada árvore se estabeleça.

O que você precisa

  • Água
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article