Plástico usado em pernas artificiais

Escrito por derek king | Traduzido por jessica pietro pupo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Plástico usado em pernas artificiais
Diversos plásticos são usados na criação de próteses de pernas (PhotoObjects.net/PhotoObjects.net/Getty Images)

Um importante componente na criação de próteses de membros são os materiais usados para produzi-los. Certos materiais podem ter um impacto positivo ou negativo na força, agilidade e conforto das pernas artificiais. Materiais plásticos são usados em várias partes de uma prótese de perna.

Outras pessoas estão lendo

Polímeros de plástico laminado

Polímeros de plástico laminados são usados para fabricar soquetes prostéticos. O plástico começa como um líquido e é subsequentemente misturado com um catalisador. A nova mistura é aplicada em um modelo do membro, que então satura têxteis de reforço no molde. O polímero plástico então cria uma camada laminada que é leve e forte. De acordo com a Amputee Coalition, "tipos comuns de polímeros de plástico laminados usados em próteses são acrílico, epóxi e poliéster.".

Têxteis de reforço

Têxteis de reforço são os tecidos e matérias plásticos usados para adicionar força à uma prótese de perna ou membro. Plásticos como nylon, fibra de carbono, Dacron ou Kevlar são comumente usados como têxteis de reforço. Ao criar soquetes prostéticos, vários materiais de reforço podem ser usados ao mesmo tempo. Esse processo garante que o soquete tenha a flexibilidade do Kevlar e fibra de vidro, com a força da fibra de carbono.

Termoplásticos

Termoplásticos são usados como componentes estruturais de próteses de membros. Disponíveis em uma variedade de tamanhos e cores, os dois termoplásticos mais comuns são polipropileno e polietileno. O polipropileno é um plástico rígido que é frequentemente usado como estrutura de suporte em próteses de pernas. Polietileno de baixa densidade é um plástico macio, usado na maioria da áreas flexíveis da prótese. Alem do polipropileno e polietileno, existem diversas misturas de plásticos que garantem múltiplos benefícios para pernas artificiais. Um copolímero (polipropileno e etileno), por exemplo, é um material plástico que é mais flexível e resistente a rachaduras do que o polipropileno.

Espumas cosméticas

Próteses de pernas são geralmente cobertas com um material de espuma, para combinar com o visual da outra perna. Compostas de poliuretano e polietileno, as espumas variam de muito macias (acima do joelho) a firmes (abaixo do joelho). O material de espuma está disponível em lacunas de grandes dimensões, que são personalizadas para combinar com o tamanho da pessoa e estrutura física. Além disso, o plástico pode ter a cor combinada com o tom de pele do amputado, e pode incluir outros detalhes delicados, tais como a aparência de pelos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível