Como a poluição na água afeta os peixes?

Escrito por rose kivi | Traduzido por bruno lodo pereira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como a poluição na água afeta os peixes?
A poluição sempre encontra o caminho até as populações de peixes. (Credit: Rachel Montiel - Copyright: morguefile.com/rachjose)

Outras pessoas estão lendo

Introdução

A poluição aquática deixa os peixes doentes e pode até matá-los, além de afetar toda outra forma de vida selvagem. Os humanos são a maior ameaça aos peixes porque há muitas maneiras pelas quais os homens poluem as águas, os prejudicando.

Pesticidas

Os pesticidas e outros produtos químicos tóxicos que são usados em casa, nas fazendas ou em indústrias acabam escoando para a água. Estes produtos podem causar doenças e a morte dos peixes.

Nutrientes

Nutrientes que escoam das fazendas e caem no esgoto, ao chegar na água, alimentam as algas no oceano. Essas algas, com elevada quantidade de nutrientes, crescem rapidamente e esse fenômeno fica conhecido como Maré vermelha, assim chamada devido à aparência avermelhada que dá à espuma das ondas. A Maré vermelha libera toxinas que matam os peixes.

Escoamento do esgoto

O escoamento do esgoto das fazendas e do lixo produzido por humanos introduz elementos patogênicos à água que podem causar doenças em homens e animais.

Petróleo

O escorrimento de petróleo industrial e de automóveis pode cobrir a pele dos peixes e matá-los. O petróleo - por causa de suas toxinas - causa nos peixes doenças, defeitos de nascimento e morte. Nos mamíferos aquáticos, o petróleo danifica a capacidade da pele destes animais de mantê-los aquecidos.

Lixo

Lixo, especialmente os plásticos causam muitas mortes aos peixes. O plástico leva centenas de anos para se biodegradar e portanto permanece na água por um longo tempo. Os peixes se confundem e acabam comendo o plástico, que quando ingerido causa um bloqueio no sistema digestivo, levando-os a morte. Além disso, os animais marinhos podem ficar presos em pedaços de plástico, que ficam presos na boca, impedindo os peixes de comer, fazendo com que morram de fome. Às vezes, pode acontecer do plástico se enrolar em torno do pescoço dos peixes e acabar asfixiando-os lentamente. O plástico não é a única fonte nociva de lixo humano para os peixes. Metais, cordas, redes e isopores também trazem prejuízos à vida marinha.

Lixo radioativo

O lixo radioativo liberado pela poluição industrial ou por bases militares e que entra na água e é absorvido pelos peixes, podendo causar defeitos genéticos.

Poluição sonora

A poluição sonora de barcos e perfurações causa estresse aos animais marinhos, o que pode deixá-los doentes. Algumas espécies marinhas não acasalam mais devido a esse estresse.

Temperatura

Mudanças na temperatura da água causada por usinas de energia matam os corais e fazem outros animais marinhos se realocarem na tentativa de encontrar águas com temperaturas mais habitáveis.

Poluição aquática e a cadeia alimentar.

As muitas fontes de poluição aquática causam consequências devastadoras à vida aquática. Os peixes e os mamíferos aquáticos no topo da cadeia alimentar estão expostos a níveis mais altos de toxinas devido ao fato de que eles estão diretamente expostos a elas na água, e indiretamente ao comer outros animais contaminados. Os mamíferos aquáticos que dependem da gordura para controlar sua temperatura concentram altos níveis de toxinas, visto que as mesmas se acumulam na gordura.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível