Possíveis causas de fumaça preta excessiva em motores a diesel

Escrito por richard rowe | Traduzido por allisson ester de paiva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Possíveis causas de fumaça preta excessiva em motores a diesel
A fumaça está diretamente ligada ao bom — ou mau — funcionamento de seu motor diesel (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Os adeptos do diesel geralmente se referem às suas máquinas com um título considerado mais um apelido do que qualquer outra coisa. O apelido "queimador de óleo" é merecido, já que legiões de caminhões e trens já cortaram o interior vomitando nuvens gigantescas de fumaça preta de aparência demoníaca. A geração mais nova de motores a diesel ainda não eliminou a fumaça e ela em excesso continua sendo um sinal do mal funcionamento do motor.

Outras pessoas estão lendo

Fumaça preta

Motores a diesel são movidos a combustível, o que significa que o número de rotações é controlado exclusivamente pela quantidade de combustível que entra no motor. Quanto mais combustível, mais força o motor vai ter dentro das limitações de oxigênio presente. A fumaça preta é, na verdade, carbono pulverizado, e é com o que o diesel se parece quando fica muito quente mas não tem oxigênio suficiente para a combustão. Em outras palavras, a fumaça é o que acontece quanto você tem muito combustível e não tem ar suficiente para queimá-lo.

Vazamentos no turbo

Vazamentos e mal-funcionamento do turbo são provavelmente os maiores contribuintes para a fumaça excessiva do motor. O turbo somente se tornou uma prática comum nas décadas de 60 e 70; eles aumentavam drasticamente a potência ao colocar mais oxigênio no motor, permitindo assim uma queima maior de combustível. As emissões mais limpas eram um importante — se não intencional — efeito colateral das turbinas. Os motores a diesel modernos evoluíram dependentes dos turbos, de modo que não podem funcionar de maneira correta sem eles. Qualquer interrupção no sistema forçará o motor a soltar fumaça preta.

Uma carga de ar quente

Comprimir o ar faz com que ele fique quente, e ar quente — por questão de volume — contém menos oxigênio que ar frio. Muitos motores a diesel modernos usam intercoolers, que são radiadores usados para resfriar a carga de ar depois que o turbo a comprimiu. Isso é mais uma solução do que um problema, já que o mal-funcionamento do intercooler é improvável, a menos que haja algo bloqueando a passagem de ar através dele. Entretanto, a adição de um desses aumentará efetivamente a quantidade de ar que entra em seu motor. Isso pode ajudar um motor a diesel propenso à fumaça a funcionar de forma um pouco mais fria e limpa no geral.

Programação pós-venda

Motores a diesel modernos são renomados por sua habilidade de produzir grande quantidade de força, precisando de pouco mais que um novo programa de computador e um pequeno ajuste na curva do turbo. Antigamente, injetar grandes quantidades extras de combustível era a abordagem usada por programadores pós-venda, uma estratégia que de fato gerava mais potência, mas resultava em grandes nuvens de fumaça negra e altas temperaturas destrutivas dos gases do escapamento. Ultimamente, os mecânicos têm ficado bem mais espertos, introduzindo programas de atualização que otimizam a eficiência do motor através de temporização da injeção, ao invés de simplesmente borrifar mais combustível e dizer que está pronto.

Outras causas

Nem toda injeção de combustível excessivo é intencional; bicos injetores abertos ou vazando podem injetar mais combustível do que o motor precisa, consequentemente causando fumaça. Já que o diesel é basicamente óleo, o motor é mais que capaz de queimar qualquer óleo do motor que consiga chegar aos cilindros. Um vazamento no mecanismo de vedação da válvula é improvável, já que a pressão do turbo forçará o óleo para cima até o comando de válvulas, mas o vazamento na vedação do óleo do turbo é comum em turbos mais velhos, causando também fumaça. Se as juntas vazam, você pode querer verificar a linha antirretorno de óleo antes de desmontar o turbo. Elas geralmente se entopem com carbono e sujeira, forçando a pressão do óleo no turbo a impelir lubrificante através da junta do eixo para o motor.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível