É possível perder barriga andando de bicicleta?

Escrito por jon williams | Traduzido por ana carolina dantas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
É possível perder barriga andando de bicicleta?
Elimine a barriga pedalando (Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images)

Aonde quer que você vá, sua barriga chega primeiro. Se você deseja transformar sua imagem de modo que sua barriga seja uma característica menos proeminente, suba na bicicleta e pedale diariamente. Seja passeando pelo bairro ou assistindo TV enquanto malha na ergométrica, você pode perder gordura abdominal pedalando.

Outras pessoas estão lendo

Esqueça as abdominais

Você pode achar que o melhor jeito de perder barriga é fazendo exercícios que trabalhem os músculos desta região, como flexões ou abdominais. Esses exercícios não fazem mal, mas não são a forma mais eficiente de queimar gordura abdominal. Eles desenvolvem músculos no abdômen, mas não eliminam diretamente a gordura.

Sinta o exercício

Andar de bicicleta é um exercício aeróbico, que é um jeito eficaz de queimar calorias. Exercícios aeróbicos, como o ciclismo, envolvem movimentos repetitivos dos músculos grandes na parte inferior do corpo. Quando você pedala, usa os músculos maiores e mais fortes que tem, os glúteos. Usá-los aumenta a respiração e a frequência cardíaca. Os pulmões trabalham mais para captar mais oxigênio, que é necessário para o processo catabólico que queima gordura para abastecer os músculos. O coração também precisa bater mais rápido para entregar oxigênio e combustível – glicogênio e ácidos graxos livres – para os músculos. Quando você sente o coração batendo forte e a respiração pesada enquanto pedala, sabe que está queimando calorias.

Trabalhe os glúteos, perca a barriga

Você pode se perguntar como que trabalhar os glúteos queima mais gordura do que fazer abdominais. Quando os músculos precisam de energia, eles primeiro usam glucose que está disponível na corrente sanguínea, e glicogênio que está armazenado no fígado e músculos. Conforme o açúcar no sangue fica baixo, o pâncreas libera um hormônio, glucagon, na corrente sanguínea. Uma vez lá, o glucagon é entregue aos tecidos por todo o corpo. Junto com as enzimas, ele faz com que as células de gordura liberem ácidos graxos livres, que são transportados para os músculos, onde eles são usados para produzir energia para abastecer seu esforço. A gordura é extraída proporcionalmente de onde quer que ela esteja armazenada no corpo. Se você tem muita gordura abdominal, então os ácidos graxos livres serão retirados dos depósitos nessa região. Então, para se livrar da barriga, trabalhe seus grandes músculos: ande de bicicleta.

Queime mais

Vários fatores determinam quantas calorias você queima ao andar de bicicleta, inclusive o seu peso e a intensidade e a duração do exercício. Se você pesa mais, queima mais calorias, então quanto maior a barriga, mais você queima. Se pedalar por mais tempo e mais intensamente, você queimará mais. Você consegue o maior benefício de exercícios aeróbicos como ciclismo quando mantém um ritmo moderadamente intenso por pelo menos 30 minutos diários, de acordo com a Clínica Mayo. Dependendo do seu nível de aptidão e do terreno, pedalar de 19 a 22 km/h geralmente é considerado como um ritmo moderadamente intenso. Você pode aumentar ainda mais a queima fazendo um treino de intervalo. A cada poucos minutos, aumente o ritmo da sua pedalada por um minuto ou algo parecido, depois retorne ao ritmo anterior.

Dieta

Uma pessoa de 72 kg que pedala por 30 minutos a uma velocidade de 19 a 22 km/h queima cerca de 384 calorias, estima o site Health Status. Uma hora de pedalada queimará 768 calorias. Se comer os alimentos errados ou comer demais alimentos não tão ruins, você recuperará as calorias que eliminou trabalhosamente, e sua barriga continuará aparecendo por algum tempo. A forma mais eficaz de perder barriga de vez é combinar exercícios com uma dieta apropriada.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível