Mais
×

É possível viver sem a próstata?

Atualizado em 15 dexembro, 2016

A próstata é uma glândula que segrega um fluido que contribui com o processo reprodutivo masculino. A remoção da próstata geralmente é feita para evitar a propagação do câncer de próstata. Embora seja possível viver sem ela, existem muitos efeitos secundários inconvenientes associados ao processo.

A prostatectomia é a remoção da glândula da próstata (Keith Brofsky/Stockbyte/Getty Images)

A próstata

A próstata, uma glândula em forma de anel, envolve a uretra masculina imediatamente abaixo da sua conexão com a bexiga. Ela pode estar intimamente ligada a partes principais do sistema urinário, mas é, na verdade, uma parte do sistema reprodutivo. É ligada à uretra de modo que, durante a ejaculação, possa secretar fluido prostático no sêmen. O fluido prostático contém nutrientes que ajudam a manter o esperma vivo por mais tempo na vagina e tornar mais provável uma reprodução bem-sucedida.

Remoção da próstata

A prostatectomia é a remoção em totalidade ou de parte da próstata. A principal razão para remover a glândula é ter contraído câncer de próstata, ou um crescimento descontrolado de células no local. A remoção é para evitar que o câncer se espalhe para outras partes do seu corpo. Também pode-se realizar uma prostatectomia se a glândula tiver aumentado ao longo do processo de envelhecimento normal. No entanto, isso é muito menos provável e só é feito se a próstata estiver colocando pressão sobre a uretra e tornando difícil ou impossível o ato de urinar.

Procedimentos

Existem três tipos principais de processos de remoção da próstata. O mais comum é chamado de ressecção transuretral da próstata (RTUP). Um tubo iluminado é introduzido pela uretra através da ponta do pênis. Utilizando instrumentos especiais de corte, a próstata é removida por pedaços. A prostatectomia à laser é muito menos invasiva, pois usa feixes de luz para remover o tecido da próstata. Uma prostatectomia aberta é um procedimento cirúrgico em que é feita uma incisão no períneo ou na parte inferior do abdômen. O interior da próstata é retirado, mas a estrutura exterior permanece.

Recuperação

O tempo de recuperação depende de qual procedimento foi utilizado para remover a próstata. Uma RTUP significa até três dias no hospital. A prostatectomia aberta requer uma internação por muito mais tempo do que a primeira. Por outro lado, a prostatectomia à laser é o procedimento menos invasivo, sendo ainda ambulatório. Pode ser preciso descansar por alguns dias, mas a pessoa será capaz de ir para casa no mesmo dia do procedimento.

Efeitos colaterais a longo prazo

Existem dois principais efeitos colaterais associados à remoção da próstata: incontinência e impotência. Embora quase todos os homens que removem a próstata tenham problemas para controlar sua bexiga nos primeiros dias, alguns sofrem de incontinência como um efeito colateral a longo prazo. O médico pode sugerir exercícios pélvicos ou cirurgia para corrigir o problema. Também pode ocorrer impotência devido ao dano neural durante a cirurgia. É possível tratar esse efeito colateral com medicamentos ou implantes penianos. Novamente, é importante conversar com o médico para discutir as opções.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article