Posso cultivar diferentes ervas no mesmo vaso?

Escrito por mackenzie wright | Traduzido por aline freitas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Posso cultivar diferentes ervas no mesmo vaso?
Plantar ervas (Polka Dot Images/Polka Dot/Getty Images)

O cultivo de diferentes de ervas em um único recipiente, além de fornecer uma ampla variedade de temperos aromáticos e saborosos para sua cozinha, é a melhor maneira de economizar espaço em seu quintal, varanda ou janela. Isso pode ser feito desde que você siga alguns passos antes de plantá-las.

Outras pessoas estão lendo

Recipiente

Escolha um recipiente que seja adequado para o cultivo de ervas. Uma boa drenagem é fundamental. A maioria das ervas têm raízes rasas, portanto, o vaso não precisa ser muito profundo. Um com 15 cm de altura já é suficiente, contudo, um com 20 a 25 cm é ainda melhor. Mais do que isso é simplesmente desnecessário.

Algumas ervas ficam espessas conforme crescem e precisam de certo espaço para se espalharem. Não as deixe aglomeradas; mas a maioria exige de 5 a 10 cm de espaço entre elas. Verifique na embalagem das sementes ou mudas o espaçamento recomendado para cada espécie.

Floreiras grandes ou vasos irão armazenar uma maior variedade de ervas, e até mesmo um pote de plástico de 30 cm de diâmetro pode acomodar três ou quatro espécies ao mesmo tempo.

Agrupando ervas

Escolha espécies com necessidades de crescimento semelhantes ao plantá-las num mesmo recipiente. Ervas agrupadas devem ter necessidades de luz, água e alimentação semelhantes. Não é aconselhável colocar uma erva que gosta de sol e água no mesmo vaso que uma que prefira sombra e solo drenado; se uma delas estiver recebendo exatamente o que precisa, a outra estará sofrendo.

Ervas que precisam de sol pleno e solo úmido incluem manjericão, erva-cidreira, levístico e estragão. Dentre as amantes dos raios solares, mas que preferem um solo mais drenado estão a sálvia, o tomilho, o coentro e o endro.

Algumas plantas que preferem a sombra parcial, menos calor e solo úmido são a salsa e a erva-doce. Embora não sejam ervas, o alface e espinafre também prosperam sob as mesmas condições e exigem pouco espaço em um vaso.

Ervas que gostam de sombra parcial e condições mais secas são: cebolinha, erva-cidreira, manjerona, orégano e erva-de-gato.

A lavanda e o alecrim gostam tanto de sol pleno quanto sombra parcial, mas podem exigir mais cuidado durante o calor intenso do verão. Elas também se beneficiam da cal de vez em quando. Sendo assim, a cada dois meses, coloque algumas cascas de ovos trituradas sobre o solo. Isso manterá manter o solo um pouco mais alcalino.

Algumas ervas devem ser evitadas em agrupamentos por serem invasivas. Variedades de hortelã e cebolinha devem ser plantadas em recipientes individuais, uma vez que outras ervas não terão chance de se desenvolver por mais de uma estação de crescimento se dividirem o espaço com essas espécies.

Dicas de cuidados

Prepare o solo para que ele fique solto e com bastante matéria orgânica. Misture qualquer fertilizante de solo para fins genéricos com a mesma quantidade de adubo e turfa. Para ervas que gostam de solo seco, adicione um pouco de areia. Coloque uma camada de 2,5 a 5 cm de cascalho no fundo de seu recipiente para promover uma boa drenagem.

Sempre mantenha os marcadores de plantas ao lado de cada erva para que você as identifique com facilidade. Ervas de aparência semelhante podem ser confundidas e arruinar uma boa receita. Se suas mudas ou sementes não vierem com marcadores, escreva o nome da erva em um palito de sorvete com um marcador permanente.

Fertilize-as com produtos suaves, mas regularmente. A cada seis a oito semanas, utilize o\um fertilizante solúvel em água ou chá de esterco. Promova o crescimento e mantenha o tamanho de suas plantas sob controle, e colha-as com frequência.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível