Predadores de cobras na floresta tropical

Escrito por goody clairenstein | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Predadores de cobras na floresta tropical
Poderosos predadores, as cobras da floresta tropical possuem poucos inimigos (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

As grandes cobras, geralmente venenosas, das florestas tropicais são uma presença temível para muitos animais que são suas presas. Devido ao seu tamanho e, em alguns casos, picadas venenosas, as cobras das florestas tropicais têm poucos inimigos naturais. No entanto, existem vários predadores um pouco mais acima na cadeia alimentar.

Outras pessoas estão lendo

Grandes felinos da floresta tropical

Os grandes felinos representam uma ameaça para as cobras da floresta tropical. Na Amazônia, as onças -- grandes felinos pintados semelhantes aos guepardos -- são um dos poucos animais grandes o suficiente para considerar um ataque a uma jiboia ou a outras cobras tropicais. Outros grandes predadores felinos incluem os gatos selvagens, nativos do sudeste da Ásia e os pumas da América do Sul.

Outras cobras

Geralmente as cobras atacam outras cobras na floresta tropical. Isto ocorre normalmente porque certas espécies são maiores que outras. Por exemplo, uma cobra-real pode ser a predadora da jararaca por ter a vantagem de um tamanho superior. As cobras da floresta tropical muitas vezes são mais vulneráveis aos animais da mesma sub-ordem -- as próprias serpentes.

Grandes répteis

Devido à abundância de corpos de água morna nas florestas tropicais, grandes répteis, habitantes da água, também serão os predadores de cobras. Os crocodilos, por exemplo, são superiores às anacondas na floresta tropical. Suas fortes mandíbulas e ação sub-reptícia na água permitem que peguem suas presas de surpresa.

Humanos

Infelizmente, os seres humanos representam a mais perigosa ameaça às cobras nas florestas tropicais. Embora não se esteja falando estritamente de "predadores" de cobras, o efeito deletério da presença de pessoas nas populações de cobras não pode ser negado. Negócios de exploração limpam as florestas tropicais por sua valiosa madeira, destruindo os habitats naturais das cobras e interrompendo o seu desenvolvimento. Programas habitacionais e a expansão urbana também perturbam os habitats naturais das cobras e outras espécies. O resultado é que a população de várias espécies de cobras tropicais estão ameaçadas, e poucas, como a cobra-real, estão oficialmente em risco.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível