O que usar para prender uma rosa-trepadeira à uma parede de estuque?

Escrito por gretchen maron | Traduzido por luiza g. brando
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que usar para prender uma rosa-trepadeira à uma parede de estuque?
A rosa-trepadeira embeleza qualquer moradia (Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images)

A superfície variada e com textura de uma parede de estuque é um lindo plano de fundo para uma rosa-trepadeira; entretanto, os acabamentos em estuque são vulneráveis a danos causados pela água, o que ocorre com frequência quando fissuras ou outros prejuízos na superfície permitem que a chuva e a água drenada penetrem por baixo do acabamento. Para exibir uma roseira de encontro ao estuque, coloque um suporte próximo, mas não grudado, à parede com acabamento de estuque.

Outras pessoas estão lendo

Requerimentos

As rosas-trepadeiras podem alcançar uma altura de até 5 metros ou mais e precisam de um suporte resistente para ficar erguidas. Os ramos, a folhagem e as flores ficam ainda mais pesados quando molhados pela chuva ou, nos lugares onde neva, quando o gelo e a neve se acumulam nos ramos. Acrescente a isso o estresse causado pelo vento e as tempestades na roseira e no suporte e fica claro que o desafio é amparar a planta sem danificar nem ela nem a estrutura de apoio.

Na verdade, as rosas-trepadeiras não escalam como as videiras. Embora os espinhos lhes deem algum apoio para se manter de encontro a estrutura, a roseira tem ramos rígidos ao invés de vinhas flexíveis e serpenteantes. As rosas são treinadas, podadas e amarradas para criar uma aparência de trepadeira; ou então se permite que elas escalem as paredes, entrelaças em um suporte; ou, caso uma aparência informal seja desejada, elas são deixadas arqueadas por cima do suporte.

Tipos de montagem

Os suportes para as roseiras podem ser montados diretamente na parede de estuque utilizando arandelas ou outras ferragens; entretanto, isso requer perfurar o acabamento de estuque, o que potencialmente abre uma passagem para a água se infiltrar através do acabamento e, no fim das contas, isso acaba danificando o estuque. Há outros métodos que ficam tão bons quanto ou até melhores, além de tornarem mais fácil treinar a roseira para "escalar" a parede.

Uma solução mais interessante é montar uma treliça, ou outro suporte feito de madeira, corrente ou metal, a 15 cm de distância da parede. Amarre os ramos primários ao suporte — o espaço de 15 cm até a parede facilita essa tarefa — e entrelace os ramos laterais e as pontas dos ramos principais por trás do suporte, de modo que a roseira começará a escalar o estuque sem realmente ser amparada pela parede. Se a treliça ou a armação do suporte for pintada da mesma cor que o estuque, ela irá desaparecer entre a folhagem da roseira, e a aparência será a mesma que se a rosa estivesse realmente escalando a parede.

Para evitar instalar arandelas ou qualquer outra ferragem na parede, afunde as colunas de apoio da treliça ou da armação do suporte em uma fundição de concreto derramado ou utilize colunas para cercas de arame armadas em estacas fincadas no chão. Pinte as colunas para cerca da mesma cor que a parede de estuque também.

Utilize materiais fortes mas estreitos, para criar uma treliça ou suporte que seja o mais discreto possível. Correntes galvanizadas amarradas a intervalos regulares entre as colunas funcionam bem. Outras opções são tubos de metal, ou toras de cedro e pau-brasil. Construa uma estrutura de suporte que providencie um apoio resistente; você vai precisar amarrar uma dúzia ou mais de ramos com cerca de 50 cm a 70 cm, começando a partir de 90 cm da base da roseira.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível