Mais
×

Como preparar uma ceia de Natal

A ceia de Natal é uma das importantes refeições do ano e, como tal, deve ser preparada com cuidado. A ceia clássica, composta de peru, tender, arroz branco, farofa e salada de maionese, pode implicar em serviço para cerca de uma tarde. Mesmo assim, vale a pena ser o anfitrião da festa e proporcionar um delicioso jantar para amigos e familiares, todos em volta da mesa, celebrando a importante data. A refeição pode acompanhar sucos naturais, refrigerantes e bebidas alcoólicas, como vinho e espumante, e, de sobremesa, a sugestão são frutas da época, adequadas ao calor do final de ano.

Instruções

Aproveite as dicas para preparar uma ceia clássica de Natal (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)

    O preparo da ceia de Natal

  1. O item mais importante é o peru. Por isso, fique atento: retire o saquinho, na parte interna da ave, com os miúdos. Tempere-a com alho, sal, ervas frescas e vinagre no dia anterior. Depois de rechear, amarre bem as coxas, a parte da cabeça e o pescoço. Pense no peru já assado na mesa – se alguma parte parecer “murcha”, amarre melhor. Em seguida, leve o peru embrulhado em papel alumínio ao forno, a 200º C. Calcule uma hora para cada quilo, retirando o papel nas duas últimas, sempre besuntando gordura na pele. Assim, ele estará macio por dentro e dourado por fora.

    O peru é a estrela da festa, por isso tempere-o no dia anterior (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)
  2. Para preparar o tender, deixe-o de molho por algumas horas em vinho branco, mel, ervas, cravo, anis-estrelado e mostarda. Quem quiser manter a casca poderá fazer pequenos cortes, que permitem que a marinada penetre na carne. Pré-aqueça o forno em fogo alto e, em seguida, acomode a peça em uma assadeira. Leve ao forno por 30 minutos, embrulhado em papel alumínio. Retire do forno e regue o tender com a marinada. Leve ao forno, desembrulhado, por mais 15 minutos. Regue novamente e deixe assar por mais meia hora. Sirva-o frio ou quente, acompanhando frutas como abacaxi e cereja.

    O tender também é uma das carnes favoritas dos brasileiros na ceia (Comstock/Stockbyte/Getty Images)
  3. Fazer o arroz branco perfeito pode ser um desafio. Ferva 1 L de água e reserve. Lave bem os grãos, até que a água esteja transparente. Refogue os grãos em óleo, cebola, alho e sal. Verta água fervendo até que encubra todo o arroz e a medida de dois dedos a mais. Feche a panela e deixe cozinhar até que a água seque por completo. Depois que o arroz estiver cozido, deixe-o "descansar" por cerca de 10 minutos, com a panela tampada, para que ele fique fofinho. Quem gostar de passas no arroz deve acrescentá-las ao iniciar o cozimento.

    Para um toque festivo, acrescente passas no arroz, um item indispensável na ceia (Blue Jean Images/Photodisc/Getty Images)
  4. Para acompanhar a refeição, invista em uma salada de maionese simples, com batatas e outros legumes que agradem aos convidados, como cenouras, vagem, brócolis ou couve-flor. A popular salada de maionese deve ser feita horas antes do jantar, para que se mantenha bem fresca. Descasque e cozinhe os vegetais em água fervente. Depois de frios, corte-os em cubinhos e acrescente algumas colheres de maionese. Leve à geladeira imediatamente, já que a maionese é um ingrediente delicado e estraga fácil. Na hora da ceia, sirva a sala decorada com salsinha e cebolinha recém-cortadas.

    Uma salada de maionese, com legumes da sua preferência, é uma pedida leve para o verão (Creatas Images/Creatas/Getty Images)
  5. A farofa é um dos pratos mais versáteis da ceia e pode ser servida como recheio do peru ou separadamente. Se a preferência da família for a farofa separada, experimente rechear o peru com maçãs inteiras, descascadas. Prepará-la é muito simples: refogue os miúdos da ave com azeite, sal e temperos variados. Separadamente, prepare ovos mexidos. Acrescente a farinha de mandioca torrada aos miúdos, além de passas ou abacaxi em cubinhos, bacon frito, azeitonas fatiadas e os ovos mexidos. Refogue a mistura por alguns minutos, para dar à farinha um aspecto tostado. Sirva imediatamente.

    Farofa é uma instituição da cultura brasileira e não fica de fora da ceia (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)
  6. Sirva sua ceia acompanhada de sucos, refrigerantes, água e bebidas alcoólicas leves, como vinhos tintos e brancos, espumante ou cidra. Dessa forma, a refeição não fica tão pesada e é o ideal para aplacar o calor do fim do ano. Para a sobremesa, aproveite a incrível variedade de frutas tropicais durante o verão brasileiro e não deixe de oferecer opções como abacaxi, cereja, lichia, maçãs, bananas, mangas e o que mais a imaginação permitir. Disponha-as em uma cesta charmosa no centro da mesa, com velas e decoração natalina. Agora é só saborear e se divertir!

    O Natal é a ocasião ideal para aproveitar com familiares e amigos (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)

Dicas

  • - Vale investir em um pouco de tempero extra no peru, mesmo que na embalagem conste que ele já foi temperado.
  • - A apresentação da ceia é importante, por isso não deixe de usar formas e travessas bonitas na hora de servir.
  • - O mesmo se aplica à decoração: velas, laços e enfeites natalinos deixam a mesa muito mais bonita e agradável aos convidados.
  • - Uma dica é colocar manteiga entre a carne e a pele do peru, antes de assar. Isso garante umidade extra à carne.

Aviso

  • - Não deixe de iniciar os primeiros passos ainda no dia anterior, para evitar transtornos.

O que você precisa

  • - Arroz branco
  • - Uvas passas ou abacaxi cortado em cubinhos
  • - Tempero básico: alho, sal, óleo, vinagre e azeite
  • - Batata e outros legumes descascados
  • - Peru inteiro, já temperado, e linha para amarrar as coxas
  • - Tender inteiro
  • - Mostarda
  • - Ervas aromáticas: cravo e anis-estrelado
  • - Mel
  • - Maionese
  • - Vinho branco
  • - Papel alumínio
  • - Miúdos (vêm junto com o peru, em um saquinho na parte interna da ave)
  • - Bacon frito
  • - Farinha de mandioca torrada
  • - Azeitonas fatiadas
  • - Ovos
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article