Como se preparar para a primeira aula de trompete

Escrito por jesse sears | Traduzido por maria itokazu
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como se preparar para a primeira aula de trompete
O trompete é um instrumento que exige habilidades físicas (Damian Searles)

Se você quer aprender a tocar trompete como uma forma de expressão e enriquecimento pessoal ou mesmo se o seu filho vai entrar para a banda da escola, é essencial ter uma boa noção dos fundamentos do instrumento desde o começo. Por causa do empenho físico necessário para tocar trompete, os maus hábitos adquiridos no início do aprendizado são difíceis de corrigir, podendo inclusive estabelecer um limite para o desenvolvimento do trompetista, ou seja, um ponto a partir do qual ele não consegue progredir.

Nível de dificuldade:
Fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Trompete em si bemol
  • Bocal tamanho 7C
  • Óleo lubrificante para válvulas
  • Espelho

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    A primeira lição de um trompetista iniciante começa antes mesmo da primeira nota e consiste em aprender a segurar o instrumento na posição correta. Sente-se com as costas retas, coloque o bocal no corpo do trompete (gire a peça suavemente e sem exageros, para que ela se encaixe sem travar) e segure-o entre as mãos. A mão direita não deve sustentar o peso do instrumento, mas permanecer solta e relaxada ao máximo. O polegar direito deve ficar sob o tubo principal, que é aquele onde foi encaixado o bocal. Coloque os dedos indicador, médio e anular sobre a primeira, segunda e terceira válvulas. Posicione-os de forma que, para pressionar as válvulas, você movimente os dedos para cima e para baixo e não para os lados. Dessa forma, prolonga-se a vida útil do instrumento e fica mais fácil adquirir velocidade na execução das notas. O dedo mínimo deve ficar sobre o anel, não dentro dele, ou permanecer suspenso entre as válvulas e a campana. Colocar o dedo mínimo dentro do anel, ainda que pareça mais natural, pode fazer com que você aperte demais o trompete com a mão direita, limitando as possibilidades de movimento daquelas três importantíssimas válvulas!

  2. 2

    Ao segurar o trompete, a mão esquerda deve sustentar praticamente todo o peso, já que não é responsável por pressionar as válvulas para obter as diferentes notas. Esta é uma lição que muitos trompetistas, mesmo os bons, nunca chegam a aprender. Eles acabam depositando grande parte da carga de um instrumento pesado sobre o polegar e o mínimo da mão direita, o que resulta em tensão e impede a livre movimentação dos dedos sobre as válvulas. Exercite segurar o instrumento apenas com a mão esquerda, com o polegar no anel mais próximo do bocal. Coloque os dedos indicador, médio e anular em torno das válvulas, sobre o tubo de afinação da terceira válvula. É preciso aprender esse posicionamento na primeira aula, para evitar problemas futuros. Coloque o dedo mínimo no anel mais próximo da campana. Ajuste esse anel de modo que a mão descanse confortavelmente. Se o seu trompete não tem um anel no tubo de afinação da terceira válvula, posicione a mão da maneira que for mais confortável para você.

  3. 3

    Além de aprender como segurar o trompete adequadamente, uma parte importante da primeira aula consiste em adquirir uma boa embocadura. Para os não iniciados, pode parecer que o trompetista simplesmente sopra através do instrumento. Não é bem assim. Coloque o trompete de lado por enquanto e olhe no espelho. Pense no som "Pbbbfhhh". Molde os lábios como se fosse produzir o som de um "P" e empurre o ar para fora da boca, procurando manter o formato dos lábios. Este é o fundamento que é preciso dominar para conseguir um bom zumbido ao soprar no bocal. Tente manter os lábios no mesmo nível, sem que um se sobreponha ao outro.

  4. 4

    Agora, posicione o bocal no centro (tanto na vertical quanto na horizontal) dos lábios. É extremamente importante que você se acostume a colocar o bocal exatamente no centro dos lábios, onde o fluxo de ar é mais forte. Caso contrário, nas aulas subsequentes, sua extensão e resistência se revelarão limitados. Exercite o zumbido apenas com o bocal, até conseguir um tom claro e contínuo, sem flutuações. É difícil no começo, mas com o tempo e o estudo, você conseguirá tocar escalas e melodias inteiras usando apenas o bocal, sem nem mesmo pegar o trompete!

Dicas & Advertências

  • Lubrifique sempre as válvulas antes de tocar para não danificar as partes mais delicadas do trompete.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível