Como preservar um inseto em um cubo de acrílico

Escrito por nicolas arteaga | Traduzido por gabriel medinat
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como preservar um inseto em um cubo de acrílico
Insetos embutidos em resinas plásticas podem ser uma maneira conveniente de observar espécimes (pink dragon fly image by Jeffrey Sinnock from Fotolia.com)

Acrílico é um nome comum para o polimetilmetacrilato, um material termoplástico transparente. Ele tem uma aparência semelhante ao vidro, mas é quimicamente muito diferente. Preservar insetos em uma resina de plástico ou em um termoplástico não só manterá o inseto intacto como também facilitará a observação. Insetos já preservados em resina plástica podem ser comprados, mas também é possível fazer em casa se você souber o processo.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Espécimes de insetos
  • Resina plástica para a incorporação dos insetos

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Coloque os insetos que você deseja preservar em um lugar seguro, onde não irão se deteriorar. O método para conservar temporariamente suas amostras irá variar de acordo com o tipo. Muitos insetos de carapaça grossa podem ser colocados na geladeira ou no freezer, ou, simplesmente, em uma jarra de vidro. Pequenos insetos de corpo mole devem ser preservados em líquido. Esteja ciente de que os insetos armazenados em um frasco podem formar bolor depois de algum tempo. Para maneiras exatas de preservar temporariamente insetos, consulte a seção de recursos.

  2. 2

    Compre seus materiais para iniciar o processo. O primeiro item é uma resina de fundição de plástico líquido que mais tarde se transformará no seu termoplástico. Outros itens que você irá precisar são construtores de moldes de látex e um endurecedor líquido que atua como um catalisador para endurecer o plástico. Após adquirir esses itens iniciais, você vai precisar dos moldes para moldar o seu plástico. Você pode comprar esses itens individualmente ou em um kit, via internet ou em uma loja local.

  3. 3

    Prepare suas espécimes para a resina de fundição. Isso pode levar algumas tentativas e erros. Um inseto maior, como uma aranha, precisa ter suas entranhas removidas ou elas cozinharão na resina e se espalharão pelo animal. Com insetos alados menores, você corre o risco de cozinhar o animal durante a preparação da resina plástica. Consulte a seção de recursos para ajudar a preparar diversos tipos de insetos.

  4. 4

    Prepare o plástico líquido para o molde. Aplique o catalisador na resina líquida. Certifique-se de usar medidas exatas especificadas do produto que estiver usando, caso contrário, correrá o risco de danificar o seu exemplar. De acordo com A. Rhys Brigida, autor de "Clear Liquid Casting Resin" (Limpar resina de moldagem líquido), pode ser necessário preparar a resina de plástico em camadas de 6 mm a 1,27 cm de espessura, a fim de evitar a produção de muito calor e causar danos ao inseto.

  5. 5

    Coloque o seu inseto na resina fundida após a primeira camada do molde ter sido aplicada. Empurre o inseto para a parte inferior do molde e espere ele flutuar para cima. Neste momento, seu inseto estará incorporado até a metade na resina. De acordo com Kraig J. Rice, autor de "Plastic embedding as a Hobby" (Incorporação de plástico como um hobby), você só deve incorporar metade do inseto na resina, pois toda a umidade que ainda resta no inseto pode escapar através da parte superior de seu corpo. Depois que a primeira camada estiver seca, você pode adicionar a sua segunda e última camada.

Dicas & Advertências

  • Se tiver os itens de sobra, pratique a moldagem com espécimes inferiores antes de moldar seus espécimes especiais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível