A pressão sanguínea aumenta quando você está doente?

Escrito por kim norton | Traduzido por larissa frança
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A pressão sanguínea aumenta quando você está doente?
Corrente sanguínea (Comstock Images/Comstock/Getty Images)

A pressão alta, ou hipertensão, é diagnosticada quando a pressão do sangue através das artérias está mais alta que o normal. O seu médico verifica dois tipos de pressão simultaneamente, a sistólica e a diastólica. Uma leitura de 120 (sistólica) por 80 (diastólica) é normal; 140 por 90 é considerada alta. Várias leituras devem ser feitas para determinar uma real hipertensão. Além da hipertensão, outros tipos de doença e alguns medicamentos podem causar, também, o aumento da pressão.

Outras pessoas estão lendo

O que causa um aumento na pressão alta?

Coisas simples como uma visita ao médico podem causar um pico temporário na pressão, esse fato é conhecido como "síndrome do jaleco branco". Outro fator que contribui para um aumento temporário na pressão é o clima. No inverno ela fica naturalmente mais alta e no verão, mais baixa. O tempo frio causa o estreitamento dos vasos, constringindo o fluxo sanguíneo e aumentando a pressão. Doenças, particularmente as que são acompanhadas de febre e infecção, podem também contribuir para o aumento repentino da pressão.

Como doenças causam o aumento da pressão?

Existem várias maneiras que um resfriado forte ou uma gripe, particularmente se houver febre, podem causar o aumento na leitura da pressão sanguínea. Sempre que você estiver febril, o corpo está trabalhando para acabar com a infecção. A febre aumenta a temperatura, acelera o ritmo cardíaco e aumenta os níveis de pressão. Isso acontece devido a vasoconstricção (estreitamento dos vasos sanguíneos). Se você tiver febre, provavelmente sua pressão estará elevada. Um aumento no seu ritmo cardíaco pode também ocorrer durante outros tipos de infecções virais e bacterianas, incluindo bronquite, pneumonia e infecção de garganta. Isso acontece em resposta a maior demanda do seu coração por oxigênio, para que seu sistema possa lutar contra a infecção. Um aumento no ritmo cardíaco pode também causar aumento de pressão. Desidratação proveniente de febre ou infecção pode elevá-la também.

O frio, a cura e o aumento da pressão sanguínea

Uma maneira de diminuir o risco de um pico de pressão durante uma doença é verificar quais drogas ou medicamentos você está tomando. Além dos efeitos da febre, a pressão pode também ser afetada por medicamentos. Os maiores culpados são os de venda livre, os que contêm descongestionantes. Descongestionantes funcionam estreitando vasos sanguíneos do nariz, ajudando você a respirar melhor, mas eles também estreitam outros vasos, aumentando a pressão. Pseudo-efedrina, efedrina, fenilefrina, nafazolina e oximetazolina são alguns descongestionantes a serem evitados se você sofre de pressão alta.

Outras doenças podem aumentar a pressão sanguínea?

A pressão alta pode ser resultado de muitas condições e diferentes doenças, que podem incluir: diabetes, doenças dos rins, arteriosclerose, aterosclerose e até mesmo gravidez. Pesquisadores no Hospital Beth Israel Deaconess em Boston declararam em 15 de maio de 2009 que ratos que haviam sido infectados com citomegalovírus (CMV) eram mais prováveis a experimentar pressão alta. CMV é, na verdade, um grupo de vírus que infectam humanos e outros animais, incluindo ratos. Ele ataca células em vários órgãos do corpo. As infecções causadas pelo CMV são amplamente espalhadas na população humana, afetando 60 a 90 % dos adultos por todo o mundo. Elas aumentam a atividade da renina, uma enzima que está associada à pressão alta e também da angiotensina 11, uma proteína também ligada a esse aumento.

A doença pode diminuir a pressão sanguínea também?

Assim como contribuem para o aumento da pressão sanguínea, doenças e infecções fortes podem também resultar em uma rápida queda na pressão, conhecida como hipotensão. Durante qualquer processo infeccioso ou de enfermidade, seu médico irá querer monitorar a sua pressão regularmente, o que ajudará a saber a severidade da sua condição, assim como o estado atual da sua hipertensão.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível