on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Quem são as atuais princesas do mundo

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Introdução

No imaginário coletivo, as princesas fazem parte dos contos infantis e vivem rodeadas de seres fantásticos, príncipes bonitos e rainhas más. Mas as princesas de carne e osso da atualidade mudaram um pouco o rumo dos contos de fada. Elas levam uma vida de luxos, com agendas saturadas, protocolos complicados e até mesmo tragédias. Conheça a vida de 10 princesas modernas, que combinam elegância, jet set, profissionalismo e políticas de Estado e estão sempre na mira dos "paparazzi".

Princesa Letizia da Espanha
Carlos Alvarez/Getty Images Entertainment/Getty Images

De jornalista a princesa: Letizia da Espanha

Maldosamente apelidada de "princesa plebeia", por não pertencer originalmente à realeza, Letizia causa sensação pela sua personalidade forte, seus comentários polêmicos e pelo seu estilo fashion de vestir. A princesa também foi alvo de um blog que alguém escreveu utilizando o seu nome, no qual se faz uma ácida sátira da monarquia espanhola. Apesar disto e das recentes críticas sobre a sua notória magreza, é considerada uma fortaleza nestes tempos não muito promissores para os Bourbons, pois tem mostrado força, moderação econômica e dedicação às suas filhas.

Princesa Charlene de Mônaco
PLS Pool/Getty Images Entertainment/Getty Images

De nadadora olímpica a princesa de Mônaco

Charlene teve um casamento de sonho, com um vestido Armani de cetim branco incrustado com pérolas, ouro e cristais Swarowsky, além de convidados ilustres, como as princesas Stephanie e Caroline, e Andrea Boccelli entoando a Ave Maria. Mas a vida de Sua Alteza Sereníssima não tem sido fácil, pois ela enfrenta rumores sobre a vida paralela de seu marido, o príncipe Philip. No entanto, os dois por enquanto continuam aparecendo juntos para cumprir os deveres reais.

Princesa Victoria da Suécia
Pascal Le Segretain/Getty Images Entertainment/Getty Images

Victoria, a futura rainha da Suécia

Victoria Ingrid Alice Désirée ou Victoria da Suécia também possui o título real de Duquesa de Västergötland. Graças às reformas na Constituição sueca, ela será a única herdeira do trono em todo o mundo. O nascimento da sua primeira filha, Estelle, Duquesa de Östergötland, a ajudou a deixar para trás seu passado complicado, com episódios de anorexia ​e acusações de corrupção por ter aceito presentes de casamento do empresário Bertil Hult no valor de um milhão de euros.

Princesa Isabella da Dinamarca
Gaye Gerard/Getty Images Entertainment/Getty Images

Uma princesinha, Isabella da Dinamarca

Ela nasceu em 2007 e é a segunda filha do príncipe Frederick e da princesa Mary. Foi batizada com três nomes de acordo com a tradição da família: Margarita (nome da Rainha), Ingrid (sua bisavó, muito unida ao Príncipe Frederick) e Henrietta (ou Etta, sua avó materna que morreu há poucos anos), e ganhou um quarto nome, Isabella, escolhido pelos seus pais e pelo qual é conhecida. Mesmo com pouca idade, ela já participou de vários atos públicos, como cortar recentemente a fita de uma competição de corrida no seu país natal, dando, assim, os seus primeiros passos no protocolo real.

Princesa Mary da Dinamarca
Chung Sung-Jun/Getty Images Entertainment/Getty Images

A princesa executiva, Mary da Dinamarca

Também dona do título de Condessa de Monpezat, Mary é australiana e trabalhava como executiva de publicidade e vendas antes de se casar com o príncipe Frederick, o qual conheceu durante os Jogos Olímpicos de Sydney, em 2000, e com quem se casou quatro anos mais tarde. Sua vida mudou desde então e ela deu ao príncipe quatro filhos, ao mesmo tempo em que participa de organizações de caridade e de pesquisa científica. Ela inclusive criou a Fundação Mary para a diversidade cultural, o desenvolvimento humano e o meio ambiente, mostrando o quão versátil pode ser uma princesa.

Princesa Matilde da Bélgica
Mark Renders/Getty Images Entertainment/Getty Images

Uma princesa equilibrada: Matilde da Bélgica

De ascendência nobre, tem o título de Duquesa de Brabante e recebeu o título de psicóloga com honras em 2002. Casou-se com o príncipe Philip em 1999, com quem teve quatro filhos. Dentro dos seus protocolos sociais, participa de eventos culturais e de mesas redondas com mulheres, além de ser representante da UNICEF e da ONUSIDA. Ao contrário de outras princesas, Matilde da Bégica não é esbanjadora, apesar de sua reconhecida elegância ao se vestir.

Princesa Mette-Marit da Noruega
Chris Jackson/Getty Images Entertainment/Getty Images

Mette-Marit, dos escândalos à monarquia norueguesa

Mette-Marit Tjessem Høiby nasceu em 1973 em Kristiansand, no sul da Noruega, e se casou com o príncipe Haakon Magnus em 2001. Muito antes disso, teve um passado perturbador ao ter um filho com um traficante de drogas e por ter aparecido em um programa de televisão norueguês procurando um namorado quando estava grávida. Conheceu o príncipe herdeiro num festival de rock e viveram um tempo uma relação livre. A sua vida não tem estado isenta de tragédias: em 2008, sofreu uma concussão cerebral e, em 2011, faleceu o seu meio-irmão num atentado na ilha de Utøya. Tudo isto ficou para trás e ela hoje é amada pelos noruegueses.

Princesa Magdalena da Suécia
Mike Coppola/Getty Images Entertainment/Getty Images

Uma das princesas mais bonitas, Magdalena da Suécia

A filha mais nova do rei da Suécia causou polêmica em 2011, quando revelou seu rompimento com o seu noivo de vários anos, o advogado Jonas Bergström por motivos de infidelidade. Mas finalmente ela encontrou outro companheiro, o corretor da bolsa Chris O'Neill, com quem se mudou para Nova York e ela continua cumprindo o seu trabalho real, como participar de galas da "World Childhood Foundation", sem deixar de lado as atrações cosmopolitas que oferece a Big Apple.

Princesa Marta Luísa da Noruega
Pascal Le Segretain/Getty Images Entertainment/Getty Images

A princesa escritora, Marta Luísa da Noruega

Primogênita do rei Harald e da rainha Sonja Haraldsen, nasceu em 1971, enquanto regia a Lei Sálica que a impedia de ter direito ao trono norueguês. Apesar de abolida em 1990, a prioridade foi dada aos homens nascidos antes da reforma. A princesa estudou Fisioterapia e em 2002 se casou com o escritor Ari Mikael Behn, com quem teve três filhas. Em 2004, publicou o livro infantil "Por que os reis e as rainhas não usam coroas", além de ter editado uma coletânea de contos de fadas de diversos países. Atualmente vive em Londres.

Princesa Máxima da Holanda
Michel Porro/Getty Images Entertainment/Getty Images

Máxima da Holanda, uma princesa executiva

Considerada uma das princesas "mais fotogênicas", segundo a televisão belga, Máxima Zorreguieta Cerruti nasceu na Argentina em 1971. Graduou-se em Economia e teve altos cargos executivos em empresas de nível internacional. Em 2002 ela se casou com o Príncipe de Orange, Willem-Alexander, com quem teve três filhas. Sua vida real tem sido extremamente atarefada: participa tanto do Conselho de Estado, como no Fundo Orange (agência para o bem-estar social) e da Comissão sobre a Participação das Mulheres de Minorias Étnicas. A sua experiência financeira a fez ter uma atuação ativa na ONU. Nada mal para uma princesa moderna!