Principais desenvolvimentos na Revolução Industrial

Escrito por sean mullin | Traduzido por raissa oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Principais desenvolvimentos na Revolução Industrial
Trabalhadores de linha de montagem recebiam baixos salários por longas horas de trabalho insalubre (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

A Revolução Industrial ocorreu na Europa e na América do Norte, durante os séculos XVIII e XIX. Tudo começou na Inglaterra, onde desenvolvimentos agrícolas e uma abundância de riqueza e carvão se combinaram, tornando a produção industrial em grande escala o principal foco da economia inglesa. Com o crescimento da indústria, a sociedade sofreu muitas mudanças, que incluíam as expectativas em relação a famílias e localização das populações. Eventualmente, os desdobramentos da Revolução Industrial diminuíram o poder da aristocracia dominante, enquanto aumentaram o da classe média.

Outras pessoas estão lendo

Invenções

Invenções como a semeadeira de Jethro Tull e a máquina de fiar de John Hargreaves aprimoraram a obtenção de produtos agrícolas o suficiente para que sua produção em larga escala tenha se tornado simples e rentável. Elas também possibilitaram o deslocamento dos trabalhadores agrícolas, permitindo que fossem buscar empregos em fábricas. A invenção do motor a vapor por James Watts, em 1763, forneceu energia para fábricas localizadas longe de fontes de água e o desenvolvimento do transporte ferroviário facilitou o transporte de bens produzidos em massa.

Valores econômicos

Nos séculos anteriores à Revolução Industrial, as economias europeias se baseavam em um modelo de subsistência que enfatizava a produção familiar de produtos agrícolas e têxteis, bem como a prestação de serviços à aristocracia. A busca de riqueza e de progresso social, crenças desprezadas pela aristocracia no passado, tornou-se o principal objetivo da classe média, que foi adquirindo poder e influência com o crescimento da indústria.

Mudanças na família

Com o fortalecimento da indústria em relação à agricultura na Europa e nos Estados Unidos, as famílias começaram a trabalhar separadamente. Homens e crianças passavam menos tempo em casa e tornaram-se uma parte importante da força de trabalho durante a Revolução Industrial. Mesmo que sempre tenham contribuído com a vida agrícola em épocas anteriores, a grande carga horária e as condições perigosas de trabalho da fábrica foram novos desenvolvimentos com os quais as crianças tiveram que lidar.

Mudanças populacionais

As populações cresceram dramaticamente durante a Revolução Industrial. O crescimento populacional na Inglaterra e na Alemanha era de 1% ao ano, enquanto nos Estados Unidos a taxa chegou a 3%. Esse fenômeno encorajou o povoamento das cidades e de áreas próximas de fábricas e de depósitos de recursos naturais. Enquanto o aumento da força de trabalho contribuiu para uma prosperidade global, as condições de vida dos trabalhadores eram muitas vezes desfavoráveis.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível