on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Os principais erros durante uma seleção de trabalho

Getty Images

Introdução

O processo seletivo de trabalho é um momento que pode causar muito nervosismo nos candidatos. A expectativa, ansiedade e o despreparo podem ocasionar falhas graves e eliminar da competição profissionais que poderiam ter uma carreira de futuro na empresa. Evitar essas falhas, que podem ser decisivas para um "sim" ou um "não", pode ser o diferencial para conseguir a vaga tão desejada. Conheça os principais equívocos que os candidatos cometem quando estão sendo avaliados em uma seleção e evite cometê-los em suas próximas entrevistas.

Getty Images

Mentir

Um erro fatal que um candidato pode cometer no momento que participa de um processo seletivo é mentir. Exagerar na experiência profissional e citar trabalhos que nunca foram feitos em empresas que não existem para aumentar suas chances de conseguir o emprego é típico de um candidato mal preparado e sem ética. Cedo ou tarde o analista de recursos humanos vai perceber a falta de coerência no discurso, eliminando rapidamente o postulante. Lembre-se também que os selecionadores possuem uma extensa rede de contatos com outras empresas e podem checar rapidamente os dados do seu currículo.

Getty Images

Falar mal do antigo emprego

Independente de como foi sua experiência profissional no trabalho anterior, quando participar de um processo seletivo trate de ressaltar todos os pontos positivos do seu antigo emprego. Não seja negativo. Evite queixas, reclamações e críticas ao seu chefe e colegas de antes. Foque em todo o aprendizado e desafios que você teve e como conseguiu superar todas essas dificuldades que apareceram no seu caminho. O profissional de recursos humanos gosta de candidatos que sabem resistir à pressão e conseguem superar obstáculos profissionais, sempre contornando problemas e trazendo resultados produtivos para a empresa.

Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images

Falar demais

Às vezes, na ânsia de impressionar o profissional de recursos humanos, o candidato a uma vaga de emprego se transforma numa verdadeira matraca durante a entrevista. É óbvio que o selecionador nesse momento quer conhecer o máximo possível o futuro empregado, porém limite-se a responder as perguntas que ele fizer. Em alguns casos, os candidatos afobados quase não deixam o entrevistador fazer o seu trabalho e comprometem totalmente suas chances na empresa. A chave para uma boa entrevista é estabelecer um diálogo, mas sem forçar a barra. Quem deve conduzir a conversa é o entrevistador, não você.

Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images

Não pesquisar sobre a empresa

Quando você procura um emprego, é preciso ter em mente exatamente o que quer. Quem está topando qualquer coisa dificilmente vai impressionar os selecionadores, porque não demonstra vontade específica para nada. Por isso, pesquise o máximo sobre o campo de atuação que você deseja trabalhar e a empresa em questão. Procure no site da companhia, veja que notícias saíram nos jornais sobre eles, quais são as novidades da área em que atuam. Na hora da entrevista você demonstrará que gosta da marca e a conhece muito bem, um ponto a favor para impressionar o funcionário de recursos humanos.

Comstock Images/Comstock/Getty Images

Vestir roupas inadequadas

Talvez a dica mais básica para uma entrevista seja se vestir adequadamente ao cargo que você deseja. Isso não significa necessariamente que homens usem terno e gravata e as mulheres, terninho. É preciso ter discernimento para perceber o que a vaga pede. Empregos em finanças e advocacia geralmente pedem algo mais sóbrio. Já o mercado de comunicação, como jornalismo e publicidade, é bem mais flexível, aceitando apenas calça e uma camisa social. Mulheres devem prestar atenção também em decotes e roupas justas. Definitivamente, uma entrevista de trabalho não é o momento mais apropriado para usá-las.

Rayes/Digital Vision/Getty Images

Chegar atrasado

Já diz o ditado popular que "o seguro morreu de velho". Evite qualquer tipo de contratempo no dia da sua entrevista de trabalho. Veja antes qual meio de transporte irá usar, que linhas de ônibus ou metrô passam perto da empresa e quais são as principais vias de acesso para a região. Saia cedo para o encontro profissional para evitar ter que correr depois. Lembre-se que congestionamentos podem acontecer e o ônibus demorar. Mesmo assim, se o atraso for inevitável, ligue para o entrevistador e avise-o. Não deixe seu possível futuro chefe esperando.

Comstock Images/Comstock/Getty Images

Não se comunicar corretamente

Uma habilidade que precisamos usar em qualquer trabalho, independente da sua área de atuação, é a comunicação. Em um processo seletivo de trabalho, todo profissional de recursos humanos prestará muita atenção nisso, portanto escolha muito bem a maneira e as palavras que você for usar para falar. Evite gírias e principalmente palavrões na hora de responder às perguntas. Você precisa se mostrar como um profissional e não como uma pessoa descolada, cheia de malandragem. O uso do português correto também é essencial. Fique atento e evite derrapadas, principalmente no uso da concordância verbal.

Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Nervosismo exagerado

O momento de uma entrevista de trabalho pode gerar muito nervosismo entre os candidatos. Afinal, nessa hora cada resposta dada está sendo avaliada pelo entrevistador, podendo decidir o futuro profissional da pessoa. Mesmo com tudo isso em mente, é preciso relaxar e encarar tranquilamente a oportunidade. Candidatos excessivamente nervosos acabam cometendo erros importantes, falando bobagens e comprometendo suas chances na empresa. Respire fundo e confie em você. Uma dica para aliviar a tensão é treinar suas respostas com um amigo antes da entrevista, o que pode ajudar a passar pela experiência de uma forma mais leve e preparada.