×
Loading ...

Qual a principal diferença entre cliente-servidor e ponto-a-ponto?

Atualizado em 17 abril, 2017

A expressões cliente-servidor e ponto-a-ponto referem-se a diferentes formas de organização e conexão de computadores em uma rede. No entanto, os usuários muitas vezes não notam qualquer diferença entre essas duas arquiteturas. Quando o administrador, no momento em que está construindo e gerenciando uma rede, leva em consideração as necessidades de quem fará uso dela, são dadas permissões para que se envie e receba dados e compartilhe recursos da rede igualmente em qualquer um dos modelos.

Ambas as redes cliente-servidor e ponto-a-ponto permitem que vários computadores possam compartilhar dados e recursos (computers network image by Orlando Florin Rosu from Fotolia.com)

Diferença

A principal diferença entre redes cliente-servidor e ponto-a-ponto relaciona-se com a distribuição da carga de trabalho do computador e ao armazenamento de dados. Nas redes cliente-servidor, o trabalho de execução de aplicativos na rede, tais como serviço de e-mail e armazenamento de arquivos para que todos os usuários autorizados na rede possam acessá-los, é baixo em computadores dessa rede. No caso das redes ponto-a-ponto, todos os computadores contribuem de forma mais ou menos igual para lidar com a carga de trabalho de processamento e armazenamento dos arquivos compartilhados. Resumidamente, as redes cliente-servidor centralizam a carga de trabalho enquanto as redes ponto-a-ponto descentralizam-na.

Loading...

Função

As redes, independentemente de sua arquitetura, permitem o compartilhamento de dados e arquivos de computadores. Elas fornecem acesso a aplicações que geralmente não são executadas no computador de um usuário individual, assim como em um servidor web, e permitem que múltiplos usuários compartilhem hardware, como impressoras de rede e aparelhos de fax. Ambas as redes ponto-a-ponto e cliente-servidor fornecem todos esses recursos, diferindo apenas na maneira particular de como farão isso.

Hardware

Os administradores de rede geralmente colocam computadores conectados a redes cliente-servidor em uma das duas grandes categorias, clientes ou servidores. O servidores exigem componentes de maior desempenho, como processadores de última geração e ampla memória e armazenamento. Já computadores clientes não precisam ter os mesmos componentes robustos. Por outro lado, as redes ponto-a-ponto não têm a necessidade de variedades diferentes de hardware, uma vez que cada computador nessa arquitetura pode, a princípio, ter a mesma capacidade de realizar tarefas como qualquer outro computador. A distinção entre os diferentes requisitos de hardware representa uma característica fundamental das redes cliente-servidor, ausente em redes ponto-a-ponto.

Considerações

Como as redes ponto-a-ponto não possuem servidores, seus administradores não precisam entender sobre sistemas operacionais especializados, mas devem saber como administrar as aplicações que permitem compartilhamento. As redes cliente-servidor, por outro lado, requerem familiaridade com sistemas operacionais de servidor, mas geralmente não exigem conhecimento de aplicações de compartilhamento de arquivos ponto-a-ponto.

Equívocos

A ideia de que um tipo de arquitetura de rede tem características inerentemente superior a outra deixa de reconhecer que ambas as arquiteturas têm pontos fortes e fracos. As empresas podem obter mais benefícios de uma arquitetura ou outra baseando-se inteiramente na forma como a empresa opera.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...