Os princípios artísticos de "A Noite Estrelada"

Escrito por natalie chardonnet | Traduzido por raissa oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os princípios artísticos de "A Noite Estrelada"
"A Noite Estrelada", de Vincent van Gogh, continua a cativar platéias no mundo inteiro (Sean Gallup/Getty Images News/Getty Images)

A famosa pintura "A Noite Estrelada", de Vincent van Gogh, captura diversos princípios e elementos artísticos. A pintura retrata uma pequena cidade cercada por um céu noturno; a lua e as estrelas estão vivas e brilhando. Durante sua vida, Van Gogh só vendeu um quadro. No entanto, sua aclamação póstuma como um artista fez com que sua obras se tornassem algumas das mais reproduzidas do mundo.

Outras pessoas estão lendo

Composição

"A Noite Estrelada" de Vincent van Gogh é uma composição que retrata uma noite estrelada sobre uma cidade francesa. A pintura utiliza uma cena noturna, com as estrelas, a lua, as árvores e uma cidade para evocar conforto e familiaridade do espectador. Mesmo que o céu noturno seja brilhante e espiralado, a composição é bastante reconfortante. Ela tem ritmo, harmonia e equilíbrio em toda a tela, criando um todo unificado.

Movimento direcional através de linha

Em artes, a linha é basicamente uma forma e pode ser efetiva, sugestionada, vertical ou horizontal. Em "A Noite Estrelada", Van Gogh usa linhas reais nas formas espiraladas das estrelas vistas no céu. As linhas são horizontais e atuam como indicadores direcionais de movimento, levando o olhar do espectador através da parte superior da composição. Estas linhas são o ponto focal, ou centro de interesse, em toda a peça, e são a primeira coisa que a maioria dos espectadores vêem quando observam o quadro.

Textura e contraste

A textura está implícita em "A Noite Estrelada". As pinceladas fortes de Van Gogh fazem com que a pintura pareça ter uma textura áspera. As linhas pintadas no céu e na árvore no primeiro plano do quadro parecem tridimensionais. A textura cria contraste e enfatiza as estrelas e colinas na pintura, fazendo com que elas pareçam estar em um plano diferente do resto dos elementos.

Uso evocativo da cor

Os artistas usam a cor para dar emoção e significado a uma obra de arte, isso pode ajudar a criar equilíbrio, harmonia, contraste e ritmo em uma pintura. Em "A Noite Estrelada", Van Gogh usa a cor para todos esses fins. O amarelo brilhante das estrelas e da lua se repetem, criando ritmo e equilíbrio na composição. Os amarelos contrastam com os azuis observados no céu noturno e na aldeia, o que faz com que a cor amarela se destaque mais. O equilíbrio de luz e sombra também cria harmonia em todo o quadro.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível