Mais
×

Problemas de adição e subtração para alunos do terceiro ano primário

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

O aluno do terceiro ano do primário começará a aprender equações complexas que envolvem grandes números, restos e déficits. A matemática pode ser um desafio no início, mas com a devida orientação e apoio, a criança deve ser capaz de lidar com a matéria. Sente e faça alguns problemas junto com ele para garantir que entenda os novos conceitos.

A matemática é uma aula legal para alunos do terceiro ano (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Adição com reserva

Quando somar e subtrair números de dois dígitos, às vezes pode ocorrer um número reserva. Por exemplo, quando somar 17 e 24, normalmente começa-se adicionando o sete no 17 e o quatro no 24, o que lhe dá um 11. Ao invés de escrever 11 no espaço de resposta, deve-se escrever um e colocar o segundo um na parte superior do dígito seguinte no lado esquerdo (seja o um de 17 ou o dois de 25). Em seguida, deve-se adicionar os três números no lado esquerdo da equação. O aluno do terceiro ano deve ter o conhecimento para completar uma equação com uma reserva.

Subtração com reserva

Um aluno do terceiro ano começará a aprender sobre os aspectos mais complexos da subtração, incluindo reservas. Embora ainda seja cedo demais para aprender sobre números negativos, algumas equações podem incluir reservas, que ocorre quando existem dois números -- por exemplo, 23 menos 16 -- alinhados um em cima do outro. Embora 16 seja um número menor do que 23, o protocolo dita que se deve subtrair o seis do três primeiro. Em vez de escrever um número negativo como resposta, é preciso pegar emprestado um valor do dois no 23. Deve-se riscar o dois e substituí-lo pelo número um. Em seguida, deve-se adicionar o um ao três, tornando o seu valor 13. Essa mudança possibilita a subtração do seis pelo 13, obtendo a resposta correta para a equação.

Dígitos triplos

Na terceira série, as crianças aprenderão a subtrair e somar números grandes. Os alunos não estão prontos para o uso de números em milhares, mas devem ser capazes de lidar com adição e subtração com centenas. Apresente a equação de uma forma vertical, para facilitar a resolução. Isso significa que os números na equação devem ficar um em cima do outro e que a resposta deve ficar abaixo dos números originais.

Três números empilhados

Uma criança no terceiro ano deve ser capaz de resolver equações matemáticas ligeiramente mais complexas, que incluem três valores diferentes. Por exemplo, ele deve poder adicionar sete, 15 e dois. Deve-se montar os três números em cima um do outro com os números de um único dígito alinhados com o segundo dígito de um número de dois dígitos. Por exemplo, quando adicionar seis a 26, os dois seis devem estar na mesma linha.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article