Problemas enfrentados por professores da educação especial

Escrito por nicole schmoll | Traduzido por mariana dsp
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Problemas enfrentados por professores da educação especial
Os professores da educação especial enfrentam desafios únicos (teacher image by Twilight Dragon from Fotolia.com)

Além de enfrentam os mesmos desafios que os professores da educação regular, os profissionais da educação especial também lidam com necessidades adicionas específicas. Dessa forma, eles precisam ser apoiados e encorajados pelos colegas e superiores de modo a garantir que gostem de seus trabalhos e tenham carreiras longas e plenas.

Outras pessoas estão lendo

Isolamento

É comum os professores da educação especial se sentirem isolados e que passam pouco tempo com seus alunos. Os estudantes são constantemente retirados da sala para consultas com psicólogos e terapeutas, e a maioria comparece às aulas somente três vezes por semana. Os profissionais da área geralmente trabalham sozinhos, o que pode ser exaustivo, desestimulante, além de aumentar a sensação de isolamento e causar exaustão e resignação.

Falta de suporte

A falta de suporte administrativo é um desafio que os professores da educação especial enfrentam, de acordo com Luann Purcell, diretor executivo do Conselho Americano de Administradores da Educação Especial em fevereiro de 2011. Baseada em sua experiência pessoal e nos altos índices de rotatividade, Purcell acredita que a comunicação sincera e consistente entre os administradores e os professores da área ajudará a permanecerem na escola por mais tempo e a terem carreiras bem sucedidas.

Aumento na buracracia

Os novos professores da educação especial podem ficar sobrecarregados pela burocracia da área. Além de criar planos de ensino e exames feitos sob medida para os alunos especiais, os professores devem preencher relatórios educacionais e comportamentais, além de desenvolver, no mínimo, três objetivos para cada aluno, assim como demais relatórios. Quando a papelada inicial estiver pronta e já houver uma rotina estabelecida, a tarefa se torna mais fácil e menos demorada, porém, nas semanas iniciais, a quantidade de papéis a serem preenchidos para os pais, terapeutas e outros psicólogos envolvidos é, com certeza, um grande desafio.

Diminuição da instrução

Outro desafio enfrentado pelos professores da educação especial é a grande quantidade de compromissos que eles assumem fora da sala de aula. Eles devem realizar diversas avaliações com cada criança, preencher montanhas de papel e participar de reuniões com terapeutas e outros educadores. Apesar de essas reuniões e atividades extras serem muito importantes e até essenciais, os profissionais tornam-se instrutores que dão lecionam. Os administradores podem aumentar as chances de reter os professores e ajudá-los a desenvolver uma carreira feliz e de sucesso certificando-se de que eles tenham o tempo necessário e desejado para, de fato, ensinar os alunos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível