Problemas com um gato bebendo muita água

Escrito por lauren whitney | Traduzido por giovana moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Problemas com um gato bebendo muita água
Monitore o consumo de água do seu gato se você suspeitar de sede excessiva (Comstock/Comstock/Getty Images)

Gatos podem exibir sede excessiva, ou polidipsia, por conta de mudanças benignas na dieta ou condições médicas mais sérias. Monitore o comportamento do animal ao beber água, e meça a quantidade que ele bebe diariamente. Compartilhe essa informação durante a próxima consulta veterinária para ajudar o veterinário a diagnosticar o problema e decidir quanto ao tratamento.

Outras pessoas estão lendo

Clima quente

Gatos saudáveis naturalmente bebem mais água em climas quentes para substituir a perda de fluidos em evaporação e perspiração. Seu gato precisa ter acesso a mais água fresca durante épocas quentes, então, é possível que você veja menos água na bacia ao final do dia. Mantenha a bacia cheia com água fresca durante os climas quentes, e monitore o consumo de água do animal quando os climas frios retornarem.

Alimento seco

Se você mudou recentemente a dieta do seu gato de alimentos enlatados ou cozidos para alimentos secos, ele naturalmente vai beber mais água. Alimentos enlatados para gatos fornecem metade do consumo líquido diário dos gatos. Mudar para a alimentação seca vai fazer com que o gato vá até a bacia de água para preencher o resto da sua necessidade de água. Resolva o problema ao dar comida enlatada ao animal, ou proporcionar várias fontes de água fresca e limpa.

Hipertireoidismo

Gatos de meia-idade e idosos são propensos ao hipertireoidismo, uma superprodução dos hormônios da tireoide. Os sinais de hipertireoidismo incluem consumo excessivo de água, micção excessiva, perda de peso, excitação e a glândula tireoide inchada e palpável na base do pescoço do gato. O veterinário vai realizar um exame de sangue para verificar os níveis de hormônios da tireoide na corrente sanguínea do gato. Trate o hipertireoidismo com medicamento, cirurgia ou injeção de iodo radioativo, de acordo com a recomendação do seu veterinário.

Diabetes Mellitus

Gatos, como os humanos, são suscetíveis ao diabetes mellitus, um distúrbio endócrino sério que afeta a produção ou utilização da insulina. Aproximadamente 1 a cada 400 gatos vão desenvolver o diabetes. Observe quanto à perda de peso rápida mesmo com aumento de apetite, vômito, perda de pelos, respiração difícil e pelagem opaca e escamosa, além de sede excessiva e urina frequente, que são todos sinais de diabetes. O veterinário lhe dará um diagnóstico definitivo depois de fazer um exame de glicose no sangue. Alimentar seu gato com uma dieta especializada pode controlar casos mais leves. Caso contrário, o veterinário recomendará injeções de insulina.

Doença renal crônica

Gatos com doença renal crônica exibem sede excessiva, pelos sem brilhos, perda de peso rápida e micção frequente. As causas da doença renal incluem defeitos hereditários, infecções, consumo de anticongelantes ou outros toxinas, ou hipertensão. Leve o animal ao veterinário para distinguir essa condições potencialmente séria de diabetes ou hipertireoidismo. O veterinário vai realizar uma série de exames de sangue e urina para diagnosticar a doença renal. Solucione qualquer causa subjacente da doença renal para prevenir mais danos aos rins do gato, e siga o tratamento que o veterináro recomendar.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível