Problemas com manchas marrons no aquário

Escrito por stanley goff | Traduzido por gabriela de grazia
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Problemas com manchas marrons no aquário
Manchas marrons no aquário são sinais de problemas com a água. (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Tanto em aquários de água fresca ou de água salgada ocasionalmente aparecem manchas marrons que povoam tudo: plantas, pedras, acessórios e as paredes do aquário. A rapidez e a má aparência dessas manchas escuras podem deixar os donos do aquário preocupado. As chances, apesar de tudo, são de que esse é um problema fácil de ser resolvido. Provavelmente são algas.

Outras pessoas estão lendo

Diatomáceas

As diatomáceas são organismos unicelulares com uma cápsula de silicone e cloroplastos marrons, que dão a elas uma cor que geralmente não agrada donos de aquário. Existem diversas espécies de diatomáceas, e a maioria é encontrada em água fresca, apesar de algumas habitarem água salgada também. Elas produzem sua energia através da luz, então acabam se proliferando em qualquer lugar aonde tenha água e luz. Diatomáceas se reproduzem rapidamente e formam cadeias que se tornam colônias, o que explica a forma como se espalham em seu aquário.

Nitratos

Muitas vezes chamadas de "algas marrons", diatomáceas precisam de nitratos. Um repentino crescimento de algas marrons, enquanto não prejudicial, pode indicar outros problemas em seu aquário. Nitratos são produzidos por dejetos de peixe, por alimentos de peixe não consumidos que apodrecem no tanque , e por matéria morta deixada por plantas do aquário. Crescimento rápido de algas indica uma grande concentração de nitratos. Uma repentina e subsequente queda de nitratos pode levar a uma morte em massa das diatomáceas, o que provoca a decomposição das algas, esgotando o oxigênio da água e estressando ou até mesmo matando os peixes.

Algicidas

Um problema que donos de aquário encontram é suas próprias reações a essas manchas marrons. Donos colocam algicidas no aquário para matar as diatomáceas. Esses químicos podem matar também algumas algas benéficas (todos aquários precisam de algas) e bactérias benéficas. A repentina morte das algas causa esgotamento de oxigênio e os variados químicos presentes nos algicidas vão fazer tudo, de deixar a água com espuma até matar as plantas e outros animais, como caramujos. Além disso, depois de alguns dias, as algas voltarão.

Controlando as algas marrons

Algas marrons podem ser controladas de diversas formas. Donos de aquário podem começar usando água destilada ao invés de água da torneira para encher os aquários. Água de torneira normalmente contém compostos de silício, que promovem a reprodução das diatomáceas. A areia do aquário também é composta por silício, então trocar areia por cascalhos pode reduzir a quantidade de diatomáceas. Filtros adicionais também podem ajudar a reduzir os compostos de silício da água. Muitos aquários bem cuidados possuem peixes que comem algas e caramujos para controlar o crescimento das algas, e plantas que controlam os níveis de nitrato.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível